A felicidade está aumentando em todo o mundo

Índice mundial de felicidade

As pessoas na maioria dos países ao redor do mundo estão se sentindo mais felizes, segundo dados coletados pela pesquisa internacional World Values Survey.

Os dados coletados em pesquisas nacionais representativas, conduzidas entre 1981 e 2007, mostram que o índice de felicidade aumentou na imensa maioria das nações estudadas.

"É uma descoberta surpreendente," diz o cientista político Ronald Inglehart, da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, diretor da pesquisa. "É uma crença largamente difundida que é quase impossível aumentar o nível de felicidade de um país inteiro."

Países mais felizes do mundo

A onda de pesquisas de 2007 também forneceu um ranking de 97 países contendo 90 por cento da população do mundo. Os resultados indicam que a Dinamarca é a nação mais feliz do mundo e que o Zimbábue é a mais infeliz. E felicidade não é coisa de país rico: o segundo colocado é Porto Rico e o terceiro é a Colômbia.

O Brasil ocupa a trigésima posição, logo depois da Nigéria e duas posições à frente da Argentina (veja tabela completa abaixo).

Medindo a felicidade das pessoas

Durante os últimos 26 anos, a World Values Survey tem perguntado a mais de 350.000 pessoas o quanto elas são felizes, usando sempre as duas mesmas questões?

  • "De uma forma geral, você poderia dizer se é muito feliz, razoavelmente feliz, não muito feliz ou nem um pouco feliz?
  • "Considerando tudo, quão satisfeito você está com a sua vida como um todo, hoje?"

Índice de bem-estar subjetivo

Combinando as respostas a estas duas questões, Inglehart e seus colegas constroem um índice de bem-estar subjetivo que reflete tanto a felicidade quando a satisfação geral com a vida.

Em 52 países, para os quais está disponível uma série temporal significativa (cobrindo uma média de 17 anos), o índice aumentou em 40 países e caiu em 12. O percentual médio de pessoas que afirmaram que são "muito felizes" aumentou em quase 7%.

Aumento geral da felicidade

"A maioria das pesquisas anteriores sugeriam que os níveis de felicidade são estáveis," conta Inglehart. "Eventos importantes como ganhar na loteria ou descobrir que você tem câncer podem levar a alterações de curto prazo, mas no longo prazo a maioria das pesquisas anteriores sugeria que as pessoas e as nações estariam travadas em uma 'esteira hedonística.' A crença tem sido de que, não importa o que aconteça ou o que você faça, os níveis básicos de felicidade são estáveis e realmente não mudam."

As novas descobertas feitas pela World Values Survey não apenas mostram que o índice de felicidade de fato aumentou substancialmente na maioria dos países ao longo dos últimos 25 anos, mas, tão importante quanto isso, a pesquisa revela o fato de que isso aconteceu pelo aumento da felicidade e não pela queda de algum outro fator.

Fatores que aumentam a felicidade

Nas décadas recentes, países com renda muito baixa, como a Índia e a China, têm experimentado taxas de crescimento econômico sem precedentes, dezenas de países com rendas médias se democratizaram e houve uma subida drástica na igualdade de gêneros, na tolerância com minorias étnicas, gays e lésbicas nas sociedades desenvolvidas.

O crescimento econômico, a democratização e o aumento da tolerância social contribuíram para o aumento da felicidade, com a democratização e o aumento da tolerância tendo um impacto maior do que o do crescimento econômico. Todas essas mudanças contribuíram, oferecendo às pessoas uma gama de escolhas mais ampla de como viver suas vidas - o que é um fator-chave para a felicidade.

Bem-estar subjetivo em 97 países, baseado em depoimento de felicidade e satisfação com a vida, igualmente ponderados. (Listados do mais feliz para o menos feliz. Índices negativos indicam que a maioria da população é infeliz ou infeliz/insatisfeita com a vida).

ÍNDICE DE BEM-ESTAR SUBJETIVO EM 97 PAÍSES
Baseado no relato de felicidade e satisfação com a vida, igualmente ponderados

(Listados do mais feliz para o menos feliz. Índices negativos indicam que a maioria da população é infeliz ou infeliz/insatisfeita com a vida.)
Dinamarca 4,24 Malásia 2,61 Croácia 0,87
Porto Rico 4,21 Alemanha Oc 2,60 Marrocos 0,87
Colômbia 4,18 Vietnã 2,52 Índia 0,85
Islândia 4,15 França 2,50 Uganda 0,69
Irlanda N. 4,13 Filipinas 2,47 Zâmbia 0,68
Irlanda 4,12 Uruguai 2,43 Argélia 0,60
Suíça 3,96 Indonésia 2,37 Burkina Faso 0,60
Holanda 3,77 Chile 2,34 Egito 0,52
Canadá 3,76 R Dominicana 2,29 Eslováquia 0,41
Áustria 3,68 Japão 2,24 Hungria 0,36
El Salvador 3,67 Espanha 2,16 Montenegro 0,19
Malta 3,61 Israel 2,08 Tanzânia 0,13
Luxemburgo 3,61 Itália 2,06 Azerbaijão 0,13
Suécia 3,58 Portugal 2,01 Macedônia -0,06
N Zelândia 3,57 Taiwan 1,83 Ruanda -0,15
Est. Unidos 3,55 Alemanha Or 1,78 Paquistão -0,30
Guatemala 3,53 Eslovênia 1,77 Etiópia -0,30
México 3,52 Gana 1,73 Estônia -0,36
Noruega 3,50 Polônia 1,66 Sérvia Bósnia -0,45
Bélgica 3,40 Rep Tcheca 1,66 Lituânia -0,70
Inglaterra 3,39 China 1,64 Letônia -0,75
Austrália 3,26 Mali 1,62 Romênia -0,88
Venezuela 3,25 Kirgistão 1,59 Rússia -1,01
Trinidad 3,25 Jordânia 1,46 Geórgia -1,01
Finlândia 3,24 Grécia 1,45 Bulgária -1,09
Ar Saudita 3,17 África Sul 1,39 Iraque -1,36
Tailândia 3,02 Turquia 1,27 Albânia -1,44
Chipre 2,96 Peru 1,24 Ucrânia -1,69
Nigéria 2,82 Coréia do Sul 1,23 Belarus -1,74
Brasil 2,81 Hong Kong 1,16 Moldávia -1,74
Cingapura 2,72 Irã 1,12 Armênia -1,80
Argentina 2,69 Bangladesh 1,00 Zimbábue -1,92
Andorra 2,64 Bósnia 0,94 Média 1,57

 


Ver mais notícias sobre os temas:

Felicidade

Emoções

Bem-estar emocional

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.