Acampar sem internet melhora criatividade em 50 por cento

Natureza sem tecnologia

Mochileiros e campistas melhoraram em 50% suas notas em testes de criatividade depois de ficarem quatro dias desconectados de qualquer aparelho eletrônico.

"Esta é uma forma de mostrar que a interação com a natureza tem benefícios reais e mensuráveis para a solução criativa de problemas, algo que nunca havia sido formalmente demonstrado antes," disse David Strayer, da Universidade de Utah (EUA).

Ao contrário de estudos anteriores, feitos em laboratório, desta vez os participantes foram realmente para o campo, e fizeram todos os testes no ambiente natural.

Um desses estudos, por exemplo, concluiu que videogames aumentam criatividade, mas internet e celulares não.

Energias cognitivas

Os voluntários que passaram quatro dias no campo tiveram uma média de 6,08 em uma prova de 10 questões, contra 4,14 das pessoas que ficaram na cidade.

"Nós mostramos que quatro dias de imersão na natureza, e a correspondente desconexão da tecnologia e das multimídias aumenta o desempenho em uma tarefa de criatividade e solução de problemas em 50 por cento," escreveram os pesquisadores.

Segundo eles, o trabalho é importante para mostrar às pessoas que ficam às voltas com computadores e celulares e outras formas de conexão eletrônica durante 24 horas por dia, sete dias por semana, podem recuperar "energias cognitivas" por meio de um contato com a natureza.

"Nossa sociedade moderna está cheia de eventos repentinos (sirenes, buzinas, telefones tocando, alarmes, televisão etc) que roubam nossa atenção. Por outro lado, ambientes naturais estão associados com fascínio, brandura, permitindo que o sistema de atenção executiva se recarregue," escreveram eles.

O estudo, feito em parceria com Ruth e Paul Atchley (Universidade do Kansas), será publicado no próximo exemplar da revista Plos One.


Ver mais notícias sobre os temas:

Mente

Memória

Atividades Físicas

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.