Acidente químico mata quatro em frigorífico no Mato Grosso do Sul

Curtume

Uma reação química ainda identificada matou quatro funcionários do curtume de um frigorífico em Bataguassu, no Mato Grosso do Sul.

O curtume é a parte do processo produtivo que prepara o couro, e que utiliza vários compostos químicos perigosos para a saúde humana.

Segundo informações preliminares do Corpo de Bombeiros, 20 pessoas foram intoxicadas por um gás emanado dos tanques do frigorífico durante a descarga de um caminhão com produtos químicos.

Reação química com ácido

O caminhão descarregava ácido dicloro-propiônico em um tanque submerso, quando um gás vazou para o ambiente.

Os bombeiros acreditam que uma outra substância estava no tanque, reagindo com o ácido e liberando um gás ainda não identificado.

Vítimas

Três funcionários que estavam em uma estrutura metálica acima do tanque desmaiaram imediatamente. Um quarto funcionário tentou descer pela escada, mas também desmaiou.

Os quatro morreram no local.

Outros 20 funcionários tiveram intoxicações, entre os quais três em estado grave, removidos para a Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente (SP).

A área do frigorífico foi isolada e aguarda vistoria de técnicos da Marfrig, empresa dona do frigorífico, para avaliar as causas do acidente.


Ver mais notícias sobre os temas:

Acidentes

Contaminação

Trabalho e Emprego

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.