Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

23/06/2014

Acreditar que os outros são egoístas aumenta risco de demência

Redação do Diário da Saúde
Acreditar que os outros são egoístas aumenta risco de demência
Já se demonstrou também que o cinismo está fortemente ligado à Síndrome do Esgotamento Profissional.[Imagem: Wikimedia/Doryana02]

Cinismo

Pessoas com altos níveis de "desconfiança cínica" são mais propensas a desenvolver demência.

Para começar, os psicólogos definem desconfiança cínica como a crença de que os outros são motivados principalmente por preocupações egoístas.

Esse cinismo, que julga os outros como materialistas e interesseiros, tem sido associado a vários problemas de saúde, entre eles às doenças do coração.

Além disso, já se demonstrou que ter uma impressão negativa dos outros leva a ações egoístas e que pessoas que fazem trabalho voluntário e são altruístas vivem mais, enquanto outros que fazem o mesmo trabalho voluntário com interesses próprios não conseguem os mesmos resultados.

Mas este parece ser o primeiro estudo a examinar a relação entre acreditar que as pessoas são egoístas e a demência.

Minando a própria mente

A análise envolveu 1.449 pessoas com uma idade média de 71 anos. Os participantes passavam por exames para verificar sinais de demência e respondiam um questionário para medir o seu nível de cinismo.

Os voluntários tinham que responder, por exemplo, quanto concordavam com declarações do tipo "Eu acho que a maioria das pessoas iria mentir para ter vantagens", "É mais seguro não confiar em ninguém" e "A maioria das pessoas vai usar razões injustas para obter lucro ou vantagem".

Essas avaliações foram repetidas várias vezes ao longo de um período de vários anos.

Com base nas pontuações de cada participante, eles foram agrupados em níveis baixo, moderado e alto de desconfiança cínica.

Das 164 pessoas com níveis elevados de cinismo, 14 pessoas desenvolveram demência ao longo do período do estudo - uma incidência de 8,5%.

Das 212 pessoas com baixos níveis de cinismo, 9 pessoas desenvolveram demência - uma incidência de apenas 4,3%.

"Estes resultados reforçam as evidências de que a visão das pessoas sobre a vida e a personalidade pode ter um impacto sobre a sua saúde," disse Anna-Maija Tolppanen, da Universidade da Finlândia Oriental. "Entender como um traço de personalidade como o cinismo afeta o risco de demência pode nos fornecer informações importantes sobre a forma de reduzir os riscos da demência."


Ver mais notícias sobre os temas:

Emoções

Relacionamentos

Espiritualidade

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Ciência começa a entender eficácia da Medicina Chinesa contra o câncer

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão