Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

18/02/2016

Adolescentes usam mídias sociais para assediar namorados

Com informações da Umich

Intrusão eletrônica

Uma adolescente recebe mensagens de texto do namorado bem mais tarde do que esperava. Ela fica insegura e ansiosa e começa a imaginar se seu parceiro a está traindo.

Muitas vezes, é assim que ela passa dos limites e começa o "abuso digital de namoro," dizem especialistas.

Cheia de dúvidas, a adolescente envia inúmeras mensagens de texto ao seu namorado, perguntando onde ele está ou, assim que tiver uma oportunidade, checa o celular dele sem permissão para acalmar sua ansiedade.

Esse comportamento de perseguição on-line é descrito como intrusão eletrônica - e é comum em relações e namoros que acontecem principalmente no colegial, de acordo com um estudo que está sendo feito por pesquisadores da Universidade de Michigan, nos EUA, que prosseguem seu trabalho com os estudantes universitários.

Ansiedade de relacionamento

De acordo com o levantamento, adolescentes inseguros - de ambos os sexos, mas principalmente meninas - usam as mídias sociais para criar um ciclo de ansiedade, onde as plataformas como Facebook, Twitter, Snapchat e Instagram servem tanto como um gatilho para a ansiedade de relacionamento quanto como ferramenta para vigilância do parceiro para aliviar essa ansiedade.

Enquanto a mídia digital pode ter impactos positivos sobre o namoro, gerando mais qualidade e proximidade, o comportamento intrusivo eletrônico pode afetar negativamente a saúde mental dos parceiros e a sensação de segurança no relacionamento, disse Lauren Reed, autora principal do estudo.

Esses comportamentos podem derivar para abuso emocional e violência durante um encontro. "Para indivíduos ansiosamente apegados, o acesso à informação digital sobre um parceiro, adicionado à capacidade de contato constante, pode dificultar a negociação dos limites digitais," disse Reed.

Adolescentes inseguras usam mídias sociais para assediar namorados
Os estudos têm indicado que há benefícios e problemas na interação digital entre os jovens. [Imagem: Umich]

Maior problema entre as meninas

A equipe entrevistou cerca de 700 estudantes do ensino médio, que foram indagados sobre seu relacionamento atual ou mais recente, bem como a frequência do uso da internet e mídia digital. Os alunos relataram enviar ou receber entre 51 e 100 mensagens de texto por dia, e gasto cerca de 22 horas por semana na mídia social.

Eles frequentemente monitoraram seus parceiros e atividades usando a mídia social, checando as pessoas com quem o parceiro fala e o pressionando para responder rapidamente às chamadas e mensagens.

As meninas, mais frequentemente envolvidas em intrusão eletrônica, passam mais horas na mídia social e têm mais ansiedade do que os meninos, disse Reed. Na verdade, garotas consideram a intrusão eletrônica um componente necessário para manter um relacionamento. Enquanto isso, meninos usam intrusão eletrônica para manter controle dos relacionamentos, disse ela.

Os resultados estão publicados na revista eletrônica Computers in Human Behavior.


Ver mais notícias sobre os temas:

Relacionamentos

Emoções

Felicidade

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?