Álcool libera demônio interior de pessoas muito religiosas

Álcool libera
O álcool parece "liberar o demônio interior" em pessoas fortemente religiosas.
[Imagem: Wikipedia]

Muitas vezes os resultados das pesquisas refletem a expectativa do cientista que a idealizou.

Outras vezes, os resultados só se aproximam do esperado.

De vez em quando, porém, os resultados simplesmente surpreendem a todos.

É o que Peter Giancola e Aaron Duke, da Universidade de Kentucky (EUA), afirmam ter acontecido agora com seu estudo sobre religiosidade e violência.

Eles identificaram uma relação inesperada entre crenças religiosas, violência e consumo de álcool.

Violência contida

"Simplificando: em muitos casos, quanto mais religiosa a pessoa é, mais agressiva ela se torna depois de consumir álcool," resume Giancola.

O pesquisador define religiosidade como alguém que "encontra sentido no sagrado", independentemente da doutrina que segue.

Lembrando que suas conclusões são preliminares e necessitam de mais estudos, Giancola disse que ele queria inicialmente traçar um perfil de risco para prever a violência derivada do consumo de álcool.

O estudo incluiu 520 voluntários na faixa etária de 21 a 35 anos.

Depois de determinar o grau de crença religiosa de cada indivíduo, os participantes foram divididos em grupos que receberam ou uma bebida alcoólica ou uma bebida não-alcoólica.

Como seria de esperar, os resultados indicaram que a violência diminui com o aumento da religiosidade nas pessoas que receberam a bebida sem álcool, o que está de acordo com outros estudos que mostraram que a religiosidade parece ter um "ingrediente secreto" que faz as pessoas felizes e que as pessoas religiosas parecem ser "psicologicamente mais ajustadas".

No entanto, inesperadamente, entre as pessoas que receberam a bebida com álcool, a violência subiu rapidamente à medida que aumentava o nível de religiosidade.

Demônio interior

Conforme os dois pesquisadores reconhecem, estes resultados contra-intuitivos claramente exigirão uma replicação, ou seja, sua reprodução por outros estudos com outros voluntários.

No entanto, segundo Giancola, se eles se mantiverem, isso indica que o álcool "libera o demônio interior" em pessoas fortemente religiosas, embora as razões para isso ainda permaneçam desconhecidas.


Ver mais notícias sobre os temas:

Comportamento

Drogas Lícitas

Espiritualidade

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.