Análise do som da tosse de criança diagnostica pneumonia

Uma análise da tosse de uma criança pode indicar se ela está com pneumonia ou não.

A descoberta, feita por cientistas da Universidade de Queensland, na Austrália, promete levar o diagnóstico rápido da doença para os postos de saúde e para pontos remotos, onde a assistência médica é deficiente.

Udantha Abeyratne e seus colegas desenvolveram uma técnica simples, que consiste em gravar a tosse da criança com um microfone e analisar o som em um programa de computador.

Informações na tosse

Sempre se soube que a tosse é um dos principais sintomas da pneumonia.

O que não se sabia é que a tosse carrega informações vitais sobre a parte inferior do aparelho respiratório, particularmente da consolidação dos pulmões e das secreções.

Os pesquisadores descobriram que a infecção altera as propriedades acústicas da tosse de uma forma tal que permite identificar características específicas da pneumonia.

Os pesquisadores utilizaram o diagnóstico clínico global feito por pediatras em hospitais bem aparelhados para validar a análise do som da tosse das crianças.

Os resultados mostraram que, usando unicamente a análise dos sons da tosse, a nova técnica permite identificar a pneumonia com sensibilidade superior a 90%, o que significa que o exame identifica a maioria dos pacientes que realmente têm pneumonia.

Além disso, há uma taxa de falsos positivos mais baixa do que a gerada pelo algoritmo usado pela Organização Mundial da Saúde em regiões carentes de recursos.

"A tecnologia, em sua versão mais simples, exigirá entre 5 e 10 sons de tosse e fornece um diagnóstico imediato automaticamente, sem a necessidade de contato físico com os pacientes. Tal sistema, se for bem-sucedido, deverá representar uma mudança de paradigma no campo do diagnóstico da pneumonia em regiões remotas," escreveram os pesquisadores no artigo que descreve a descoberta, publicado na revista Annals of Biomedical Engineering.

Diagnóstico de pneumonia

A pneumonia é uma das principais causas de morte de crianças ao redor do mundo, a grande maioria delas ocorrendo em regiões com poucos recursos, como a África Subsaariana, o Sul da Ásia e áreas remotas da China.

A falta de laboratórios e pessoal treinado nessas regiões dificulta o diagnóstico e tratamento adequado da pneumonia na infância.

No momento, líderes comunitários nessas regiões utilizam um algoritmo clínico simples proposto pela Organização Mundial da Saúde para diagnosticar a doença.

No entanto, existem algumas limitações, incluindo a alta taxa de resultados falsos positivos, que leva ao excesso de prescrição de antibióticos, aumentando a incidência do desenvolvimento de resistência a esses medicamentos e o surgimento de superbactérias.


Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Sistema Respiratório

Cuidados com o Recém-nascido

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.