Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

26/11/2014

Antibiótico natural é encontrado em cogumelo

Redação do Diário da Saúde
Antibiótico natural de cogumelo não desenvolve resistência bacteriana
O composto copsina, um antibiótico que não desenvolve resistência nas bactérias, foi encontrado em um cogumelo que cresce no esterco de cavalo.[Imagem: Essig A et al. -10.1074/jbc.M114.599878]

Copsina

Biólogos descobriram um novo agente presente em um fungo comum que mata bactérias com grande eficiência - um antibiótico natural.

A substância, chamada copsina, tem o mesmo efeito que os antibióticos tradicionais, mas pertence a uma classe diferente de substâncias bioquímicas. A copsina é uma proteína, enquanto os antibióticos tradicionais são geralmente compostos orgânicos não-proteicos.

A copsina pertence ao grupo das defensinas, uma classe de pequenas proteínas produzidas por muitos organismos para combater invasores que causam doenças. O corpo humano também produz defensinas para se proteger contra infecções, já tendo sido encontradas, por exemplo, na pele e nas mucosas.

Markus Aebi e seus colegas da Escola Politécnica Federal de Zurique (Suíça) e da Universidade de Bonn (Alemanha) descobriram a substância no cogumelo Coprinopsis cinerea, que cresce no esterco de cavalo.

Antibiótico sem resistência

A equipe teve a ideia de pesquisar os cogumelos porque os fungos têm usado defensinas e outras substâncias naturalmente antibióticas por milhões de anos para se proteger contra as bactérias, sem nunca terem induzido o desenvolvimento de resistência aos antibióticos em seus inimigos naturais.

A equipe queria descobrir porque isso acontece com os fungos, enquanto os seres humanos têm usado antibióticos na medicina por apenas 70 anos, com muitos deles já tendo se tornado inúteis devido à resistência bacteriana.

"Os fungos têm instruções internas sobre como usar essas substâncias sem resultar na seleção de bactérias resistentes. Como decodificar estas instruções é um problema intrigante para a pesquisa básica", explica Aebi.

Além de ser utilizada como antibiótico, a copsina poderá ser usada na indústria alimentícia. Isto porque a copsina mata muitos patógenos, incluindo a Listeria, um tipo de bactéria que causa intoxicação alimentar grave e que pode aparecer sobretudo em alimentos não tratados termicamente, como queijos de leite cru e carnes secas.


Ver mais notícias sobre os temas:

Medicamentos Naturais

Plantas Medicinais

Bactérias

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Cientistas dizem ter descoberto cura definitiva para alcoolismo

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?