Antioxidante com alvo certo rejuvenesce vasos sanguíneos

Antioxidante com alvo certo rejuvenesce vasos sanguíneos
Alimentos naturais são sempre bem-vindos. Mas quando o assunto são suplementos, o que a ciência diz é: Cuidado com os antioxidantes.
[Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

Antioxidante para mitocôndrias

Adultos mais velhos que tomaram um antioxidante voltado especificamente para atuar nas mitocôndrias, as usinas de energia das células, apresentaram reversões equivalentes a 15 a 20 anos em condições vasculares tipicamente relacionadas à idade.

"Este é o primeiro ensaio clínico para avaliar o impacto de um antioxidante específico das mitocôndrias na função vascular em humanos. Isso sugere que terapias como esta podem ser uma grande promessa para reduzir o risco de doenças cardiovasculares relacionadas à idade," disse o Dr. Matthew Rossman, da Universidade do Colorado em Boulder (EUA).

O ensaio, publicado semana passada na revista Hypertension, da Sociedade Norte-Americana do Coração, vem se somar a um crescente corpo de evidências sugerindo que suplementos nutricionais de grau farmacêutico, ou nutracêuticos, podem desempenhar um papel importante na prevenção de doenças cardíacas.

O trabalho também dá um novo alento à noção de que os antioxidantes orais, que têm sido largamente descartados como ineficazes nos últimos anos, poderiam render benefícios de saúde mensuráveis se focarem nos alvos certos, dizem os autores - há suspeitas de que, em alguns casos os antioxidantes possam acelerar o câncer, o que levou até mesmo à criação do termo "mito dos antioxidantes".

Rejuvenescimento circulatório

O ensaio de pequeno porte envolveu 20 homens e mulheres saudáveis de 60 a 79 anos de idade. Metade tomou 20 miligramas por dia de um suplemento chamado MitoQ, feito para alterar quimicamente a coenzima antioxidante natural Q10, para fazê-la se agarrar às mitocôndrias dentro das células. A outra metade do grupo tomou um placebo.

Após seis semanas, os pesquisadores avaliaram o funcionamento do revestimento dos vasos sanguíneos, ou do endotélio, medindo o quanto as artérias dos pacientes se dilatavam com o aumento do fluxo sanguíneo.

Então, após um período de "limpeza" de duas semanas sem tomar nada, os dois grupos foram invertidos, com o grupo placebo tomando o suplemento, e vice-versa. Os testes foram repetidos.

Enquanto tomavam o suplemento, a dilatação das artérias dos voluntários melhorou em 42%, fazendo com que seus vasos sanguíneos, pelo menos nessa medida, se parecessem com os de pessoas 15 a 20 anos mais jovens.

Os resultados mostraram que a melhora na dilatação dos vasos sanguíneos foi devida a uma redução no estresse oxidativo.

Uma melhora dessa magnitude, se mantida, estaria associada a uma redução de cerca de 13% no risco de doenças cardíacas, disse o Dr. Rossman.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sistema Circulatório

Coração

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.