Antioxidantes fazem câncer de pele se espalhar mais rápido

Antioxidantes fazem câncer de pele se espalhar mais rápido
O professor James Watson, descobridor do DNA, vem alertando há muito tempo que os antioxidantes podem causar câncer", além de não retardarem o envelhecimento, como se apregoou durante muito tempo.
[Imagem: Wikipedia]

Metástase acelerada

Uma nova pesquisa realizada na Universidade de Gotemburgo (Suécia) constatou que os antioxidantes podem dobrar a taxa de metástase do melanoma, o câncer de pele mais agressivo.

Os resultados reforçam resultados anteriores que haviam mostrado que os antioxidantes aceleram a progressão do câncer de pulmão.

Segundo o professor Martin Bergo, coordenador da pesquisa, pessoas com câncer ou com um risco elevado de desenvolver a doença devem evitar suplementos nutricionais que contêm antioxidantes.

A mesma equipe havia demonstrado em janeiro do ano passado que os antioxidantes aceleram e agravam a progressão do câncer de pulmão, com os animais de laboratório que receberam suplementos de antioxidantes desenvolvendo tumores mais agressivos. Experimentos com células de câncer de pulmão humanos confirmaram os resultados.

Isto fez a equipe se voltar para outros tipos de câncer, para verificar se os antioxidantes podem ter o mesmo papel em outros tumores - e as suspeitas se confirmaram.

Radicais livres e antioxidantes

Dada a quantidade de literatura científica concluindo que os radicais livres podem causar câncer, a comunidade científica tinha simplesmente assumido que os antioxidantes, que destroem os radicais livres, forneceriam uma proteção contra a doença. Isso gerou uma nova indústria de suplementos nutricionais antioxidantes, hoje amplamente comercializados como um meio de prevenção do câncer.

Contudo, quando a questão foi estudada diretamente, um estudo após o outro vem mostrando que os antioxidantes podem agravar o câncer e acelerar o envelhecimento.

O trabalho da equipe sueca, por exemplo, mostrou que a ingestão de suplementos antioxidantes dobra a taxa de metástase em pacientes com melanoma, o tipo mais perigoso de câncer de pele.

"Ao contrário dos estudos do câncer de pulmão, o tumor primário do melanoma não foi afetado," diz o professor Bergo. "Mas os antioxidantes aumentaram a capacidade das células tumorais para metastatizar, um problema ainda mais sério porque a metástase é a causa de morte no caso do melanoma. O tumor primário não é perigoso por si só e é normalmente removido."


Ver mais notícias sobre os temas:

Câncer

Alimentação e Nutrição

Prevenção

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.