Anvisa apreende e inutiliza remédios sem registro

Produtos proibidos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a apreensão e inutilização de vários produtos sem registro. As resoluções foram publicadas no Diário Oficial da União.

Entre os produtos está o Harp 100 miligramas (indicado para dor na coluna). O medicamento, que contém em seu rótulo as expressões Ervas Life e Natural Life, é produzido por empresa ignorada.

Foram proibidos todos os produtos fabricados pela empresa Nature Life do Brasil Indústria Ltda, situada em Feira de Santana, na Bahia.

Os produtos fabricados pela Indústria Nordestina Flora Total também estão proibidos, entre eles, a Flor da Catingueira, indicada para infecções do ovário.

O lote 1381099 do Cloridrato de Dopamina (vasoconstritor e hipertensor indicado para evitar enfarte e hipertensão) 5 miligramas por mililitro, em solução injetável, distribuído pelo Laboratório Teuto Brasileiro S/A, com sede em Anápolis, Goiás, também foi proibido por estar fora dos padrões determinados pela Anvisa.

Desinfetantes

Além dos remédios, a medida afeta também alguns desinfetantes.

Foram proibidos todos os produtos fabricados pelas empresas Céu Azul Produtos de Limpeza e Cheiro Bom, além do Desinfetante Casa Bela, cujo fabricante não foi identificado pela Anvisa.


Ver mais notícias sobre os temas:

Medicamentos

Gestão em Saúde

Contaminação

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.