Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

20/10/2014

ANVISA proíbe 14 sustâncias à base de canabinoide sintético

Com informações da Agência Brasil

A lista de substâncias a base de canabinoides sintéticos proibida no Brasil foi atualizada pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A resolução lista 14 novas substâncias que passam a ter seu uso e comercialização proibidos no Brasil.

Segundo a ANVISA, nenhuma dessas novas substâncias tem qualquer utilidade terapêutica.

As substâncias vetadas não eram conhecidas no Brasil, tendo sido identificadas por órgãos de repressão a drogas. Somente neste ano a Agência já fez quatro atualizações na lista, que tem agora 36 produtos incluídos.

Medicamentos

As substâncias Lacosamida e Rotigotina também passaram a constar na lista das outras substâncias sujeitas a controle especial.

Com isso, medicamentos com esses princípios ativos só podem ser comercializados com receita especial, de cor branca, emitida em duas vias: uma fica retida na farmácia e a outra é entregue ao paciente.

A Lacosamida tem efeito antiepilético e é indicada no tratamento de crises parciais de epilepsia. O medicamento foi registrado em 2014 e ainda não é comercializado no Brasil.

Já a Rotigotina é indicada para o tratamento da Doença de Parkinson. A substância age no sistema nervoso central de forma similar à dopamina.


Ver mais notícias sobre os temas:

Drogas Lícitas

Vícios

Medicamentos

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Ciência começa a entender eficácia da Medicina Chinesa contra o câncer

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão