Anvisa proíbe quatro marcas de suplementos vitamínicos

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a fabricação e a venda de quatro marcas de suplementos vitamínicos.

No caso do suplemento de creatinina para atletas Insane, fabricado pela Neonutri Suplementos Nutricionais Ltda, o produto apresenta em sua composição zinco arginina quelato e magnésio arginina quelato, substâncias cuja segurança não está comprovada.

A empresa afirmou já estar adequando a formulação do produto e enviado a documentação pertinente à Anvisa.

Já o suplemento vitamínico e mineral Anabol Pack, fabricado pela Midway International Labs Ltda, apresenta em sua composição bisglicinato de cromo, substância cuja segurança também não está comprovada perante a agência.

Outra proibição trata do suplemento vitamínico mineral Akg Fury, também fabricado pela Midway International Labs Ltda, que apresenta em sua composição zinco arginina quelato e manganês arginina quelato.

O quarto produto proibido é o pó para preparo do composto líquido Redway 3D, também fabricado pela Midway International Labs Ltda, que apresenta em sua composição zinco arginina quelato.

A Midway International Labs Ltda. informou que já substituiu a substância por um mineral aprovado pela Anvisa e que, desde janeiro deste ano, apenas lotes com a nova composição estão sendo comercializados.


Ver mais notícias sobre os temas:

Saúde Pública

Medicamentos

Atividades Físicas

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.