Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

10/05/2016

Aparelho portátil detecta vírus ebola em meia hora

Redação do Diário da Saúde

Exame de ebola

Ninguém deseja ver uma nova epidemia de ebola, mas, se ela vier, um aparelho menor do que um telefone celular conseguirá fazer o diagnóstico rapidamente mesmo nos locais mais remotos.

Hoje, a detecção e o acompanhamento do vírus exige laboratórios com pessoal treinado, quase nunca disponíveis onde o vírus mais ataca, o que limita a rapidez com que exames podem ser feitos.

Hoje, o método padrão-ouro para a identificação do vírus ebola em uma amostra de sangue exige que as amostras sejam embaladas em recipientes refrigerados e enviadas para os laboratórios especializados. O pessoal do laboratório usa um método conhecido como RT-PCR, sigla em inglês para reação da transcriptase reversa, seguida de reação em cadeia da polimerase.

O novo aparelho portátil, funcionando junto ao próprio paciente, consegue realizar simultaneamente quatro RT-PCR, incluindo dois controles para comparação e duas amostras de sangue de doentes.

Aparelho portátil detecta vírus ebola em meia hora
Os resultados são mostrados na forma de um gráfico na tela do aparelho. [Imagem: Christian D. Ahrberg et al. - 10.1021/acs.analchem.6b00278]

Teste rápido para ebola

Enquanto os testes convencionais em laboratório exigem várias horas até mais de um dia para que os resultados saiam, o novo processo leva 37 minutos, e a quantidade de sangue necessária é mínima, podendo vir de apenas uma picada no dedo.

O aparelho detecta o RNA do vírus ebola. Além de diagnosticar a doença, o teste também gera informações sobre o número de cópias de RNA contidas na amostra.

Segundo seus criadores, além de diagnosticar a doença, o aparelho poderá ajudar os trabalhadores da saúde a rastrear as cargas virais dos doentes no sêmen, leite materno e fluidos oculares após a recuperação.

Os primeiros testes com o aparelho foram publicados na revista Analytical Chemistry.


Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Vírus

Epidemias

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão