Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

18/08/2012

Aroma de manteiga na pipoca de micro-ondas pode ser tóxico para trabalhadores

Redação do Diário da Saúde
Aroma de gordura na pipoca de micro-ondas pode ser tóxica para trabalhadores
O estudo analisou apenas exposições agudas à substância que dá o cheiro de manteiga à pipoca de micro-ondas - não há evidências de que a exposição doméstica e eventual cause danos à saúde.[Imagem: Wikimedia/Howcheng]

Cheiro perigoso

Você talvez não saiba, mas aquele cheirinho agradável e convidativo que você sente quando a pipoca estoura no micro-ondas é produzido por um ingrediente chamado 2,3-pentanediona (PD).

O que você talvez também não saiba é que esse aroma de manteiga, usado também para melhorar o sabor, pode representar uma ameaça respiratória no caso de exposições agudas.

Pesquisadores descobriram que a PD (pentanediona) altera a expressão genética no cérebro de animais de laboratório.

Aromas de manteiga

Os fabricantes começaram a utilizar PD quando se descobriu que um outro aroma de manteiga, o diacetil, estava causando bronquiolite obliterante, uma doença pulmonar fatal e irreversível em trabalhadores que inalavam a substância.

Mas parece que os pulmões dos trabalhadores nas fábricas de pipoca não ficaram livres da ameaça: o novo estudo mostrou, em experimentos com animais de laboratório, que a exposição aguda ao PD tem toxicidade respiratória comparável à do diacetil.

"Nosso estudo demonstra que o PD, assim como o diacetil, danifica o epitélio das vias aéreas em estudos de laboratório. Este achado é importante porque se acredita que esse dano seja a causa da bronquiolite obliterante," explica a Dra. Ann Hubbs, do Instituto Nacional de Saúde e Segurança Ocupacional dos Estados Unidos.

Estudos de toxicidade

"Nosso estudo também apoia as recomendações estabelecidas de que os aromatizantes devem ser substituídos apenas quando houver evidências de que o substituto é menos tóxico do que o agente que ele substitui," recomenda Hubbs.

A pesquisadora acrescenta que os resultados comprovam que, não é porque uma substância vem sendo usada há bastante tempo que ela não possa causar danos à saúde, sobretudo no caso de exposições agudas, como ocorre com os trabalhadores que manipulam a substância.

Segundo ela, uma substância "pode continuar sendo um agente com toxicidade respiratória quando são realizados estudos apropriados."

Benefícios da pipoca

Enquanto isso, estudos mostram que a pipoca natural possui vários benefícios à saúde:


Ver mais notícias sobre os temas:

Intoxicação

Sistema Respiratório

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Cientistas dizem ter descoberto cura definitiva para alcoolismo

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?