Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

06/06/2014

Bactérias magnéticas fazem diagnósticos no aparelho digestivo

Redação do Diário da Saúde
Bactérias magnéticas para diagnóstico e tratamento de câncer
As bactérias magnéticas artificiais são bactérias probióticas rodeadas de milhares de nanopartículas magnéticas de óxido de ferro - são essencialmente "ímãs vivos" que se alinham seguindo um campo magnético externo.[Imagem: UGR]

Cientistas desenvolveram bactérias magnéticas que, no futuro, poderão ser utilizadas para diagnosticar doenças do aparelho digestivo, incluindo o câncer de estômago.

Para serem ingeridas, as bactérias magnéticas podem ser adicionadas aos alimentos.

Esta nova tecnologia ainda está em fase experimental, mas promete ampliar o uso das bactérias probióticas, já comuns em alimentos, incluindo o diagnóstico e o tratamento de tumores, ou mesmo como um suplemento de ferro comestível.

Uma vez no corpo, as bactérias magnéticas serão úteis em exames como a ressonância magnética - para facilitar o diagnóstico - ou em tratamentos como o aquecimento de células tumorais através da hipotermia magnética, uma técnica de tratamento do câncer.

Magnetizando bactérias

Para projetar as bactérias magnéticas, os pesquisadores se inspiraram na natureza, copiando as magnetobactérias, que apresentam naturalmente um número muito pequeno de ímãs internos.

Essencialmente, o magnetismo dá às bactérias um meio de se orientar, como se possuíssem uma bússola interna.

Mas elas geram um campo magnético fraco demais para usos práticos.

Miguel Martín, da Universidade de Granada (Espanha), desenvolveu então uma técnica para introduzir nanopartículas magnéticas em bactérias comestíveis.

"As bactérias não-magnéticas probióticas Lactobacillus fermentum e Bifidobacteria breve foram utilizadas como bioplataformas para introduzir uma densa malha de nanopartículas superparamagnéticas nas suas superfícies externas, obtendo-se assim as bactérias magnéticas artificiais," explicou Martín.

Os primeiros testes das bactérias magnéticas comestíveis serão realizados em animais de laboratório.


Ver mais notícias sobre os temas:

Bactérias

Exames

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Ciência começa a entender eficácia da Medicina Chinesa contra o câncer

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão