Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

05/02/2016

Fiocruz detecta vírus zika na saliva

Redação do Diário da Saúde

Beijar dá zika

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) confirmou a presença do vírus zika ativo, com potencial de provocar a infecção, em amostras de saliva e de urina de pacientes.

Foram analisadas amostras referentes a dois pacientes, sendo as coletas realizadas durante a apresentação de sintomas compatíveis com o vírus zika.

A presença do material genético do vírus foi confirmada pela técnica RT-PCR em Tempo Real. Também foi realizado o sequenciamento parcial do genoma do vírus.

Sobrevivência do vírus no estômago

A presença do vírus, no entanto, não é suficiente para concluir definitivamente que o contato com a saliva ou urina pode infectar outras pessoas, embora os indícios sejam muito fortes.

Para isso será necessário identificar casos em que a transmissão efetivamente se deu.

Isto porque há outros fatores que podem atuar no processo, como, por exemplo, o tempo de sobrevivência do vírus zika na saliva e se, após passar pelos sucos gástricos no estômago, ele mantém sua capacidade de infectar as pessoas.

Cautela

Contudo, a recomendação dos especialistas da Fiocruz é de cautela e de prevenção, com orientações conhecidas para outras doenças, como evitar compartilhar objetos de uso pessoal (escovas de dente e copos, por exemplo) e lavar as mãos.

Os maiores cuidados devem ser tomados pelas mulheres grávidas, devido ao risco de microcefalia nos bebês, que também devem tomar cuidados adicionais para se proteger contra o mosquito Aedes aegypti.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vírus

Higiene Pessoal

Prevenção

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?