Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

13/11/2012

Biochip que detecta RNA faz exames em apenas 20 minutos

Redação do Diário da Saúde
Biochip que detecta RNA faz exames em apenas 20 minutos
Os cientistas acreditam que o biochip poderá permitir a realização rápida de exames no consultório médico, além de dar acesso a esses exames a pessoas em regiões de baixa renda, onde não existem laboratórios especializados.[Imagem: RIKEN]

MicroRNAs

Cientistas japoneses criaram um biochip capaz de detectar microRNA em apenas 20 minutos, a partir de uma gota de sangue.

O microRNAs são pequenas moléculas que não codificam proteínas, mas que regulam a expressão genética em uma ampla gama de processos biológicos.

Isso inclui o desenvolvimento corporal, a multiplicação celular, a diferenciação de tipos específicos de células e até mesmo a apoptose, a morte celular programada.

Segundo os cientistas, a detecção rápida dessas moléculas abre caminho para exames que fiquem prontos na hora, no próprio consultório médico, capazes de detectar doenças tão diversas quanto câncer e Mal de Alzheimer.

Estruturas dendríticas fluorescentes

A concentração de determinados microRNAs nos fluidos corporais aumenta com a progressão das doenças.

As técnicas atualmente disponíveis para detectar essas moléculas exigem análises que levam dias para ficarem prontas, elaboradas por técnicos treinados em equipamentos especiais.

Já o pequeno biochip usa um composto de silicone chamado PDMS (polidimetilsiloxano) e uma minúscula bomba de ar para colocar as moléculas de microRNA em contato com os reagentes.

Quando se encontram no interior dos microcanais do microlaboratório, o conjunto gera estruturas dendríticas fluorescentes que crescem rapidamente, podendo ser detectadas com facilidade.

Exames para todos

A sensibilidade da técnica permitiu reduzir o tamanho da amostra de sangue em mais de 1.000 vezes em comparação com as técnicas atuais feitas em laboratório.

Os cientistas do Laboratório Riken, no Japão, acreditam que o biochip poderá permitir a realização rápida de exames no consultório médico, além de dar acesso a esses exames a pessoas em regiões de baixa renda, onde não existem laboratórios especializados.


Ver mais notícias sobre os temas:

Biochips

Exames

Robótica

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão