Brasil é quinto país no mundo em obesidade

O Brasil é o quinto país com o maior número de obesos em todo o mundo, segundo um estudo divulgado na revista científica Lancet.

No primeiro lugar do ranking estão os Estados Unidos, seguido por China, Índia, Rússia e, finalmente, o Brasil.

No mundo todo, há 2,1 bilhões de pessoas acima do peso - isso é cerca de um terço da população mundial. Houve um salto em relação a 1980, quando o número chegava a 875 milhões.

Segundo os pesquisadores, entre as razões desse aumento está o "sedentarismo em todos os níveis".

Obesidade no Brasil

O levantamento aponta que 52,5% dos homens brasileiros estão acima do peso são obesos; entre as mulheres, esse percentual é de 58,4%.

Os dados são mais otimistas do que os dados oficiais do Ministério da Saúde, que afirmam que, em 2013, 54,7% dos homens e 47,4% das mulheres no Brasil estavam acima do peso.

Segundo o governo, essa foi a primeira vez em oito anos que o percentual de excesso de peso e de obesidade se manteve estável no país, 50,8% (média entre homens e mulheres). Em 2012, esse índice foi de 51%.

Sem políticas

Considerado um dos mais amplos estudos já publicados, a pesquisa foi liderada pelo Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde (IHME), em Washington, e executada por pesquisadores de todo o mundo.

Um dos dados que mais chamaram a atenção dos cientistas foi o aumento da obesidade entre crianças e adolescente em países desenvolvidos: 23,8% dos meninos e 22,6% das meninas estavam acima do peso ou eram obesos em 2013.

O mesmo ocorreu entre crianças e adolescentes de países em desenvolvimento: de 8,1% para 12,9% em 2013 no caso de meninos e de 8,4% para 13,4% para as meninas.

Para o pesquisador Ali Mokdad, nenhum país está vencendo a obesidade, já que ela é um problema relativamente novo. "Vai demorar um tempo para vermos histórias bem-sucedidas nessa área", disse.


Ver mais notícias sobre os temas:

Obesidade

Alimentação e Nutrição

Atividades Físicas

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.