Britânica tem gêmeos com sêmen de marido morto há dois anos

Britânica tem gêmeos com sêmen de marido morto há dois anos
Kelly Bowen, do País de Gales, concebeu os filhos com esperma congelado do marido, Gavin, morto de câncer em abril de 2008, aos 22 anos.
[Imagem: BBC]

Renascendo

Uma mulher britânica teve filhos gêmeos quase dois anos após a morte do pai das crianças.

Kelly Bowen, do País de Gales, concebeu os filhos com esperma congelado do marido, Gavin, morto de câncer em abril de 2008, aos 22 anos.

O casal já tinha outro filho, nascido em outubro de 2007 após um tratamento para fertilização, quando Gavin já havia sido diagnosticado com câncer.

Esperma congelado

"Por causa do tratamento de quimioterapia contra o câncer, meu marido teve que congelar seu esperma, e tivemos um filho, Shay, por inseminação artificial em outubro de 2007", contou Kelly, de 25 anos, ao jornal local Glamorgan Gazette.

"Antes que ele morresse, decidimos que queríamos um irmão ou uma irmã para Shay, mas ele morreu muito pouco tempo depois. Mas depois que ele morreu, pensei: 'Vou continuar com isso'", disse.

"Tentei duas vezes a inseminação artificial, e não havia funcionado. Na terceira tentativa, que seria a última, funcionou", afirmou Kelly.

Sarcoma de Ewing

Os bebês, a menina Ruby Gracie, e o menino Chaise Gavin, nasceram no dia 31 de dezembro, nove dias antes do previsto.

"Os dois passam muito bem", disse a mãe.

Kelly e Gavin haviam se conhecido por meio de amigos em comum e namoraram por um ano e meio até que ele foi diagnosticado, em junho de 2006, com Sarcoma de Ewing, um tipo raro de câncer que acomete homens adolescentes.

Ele passou por tratamento, mas em 2008 reclamou do que parecia ser uma infecção no pulmão e descobriu que o câncer havia se espalhado para o órgão.

Os dois se casaram em abril do ano passado, dois dias antes da morte de Gavin.


Ver mais notícias sobre os temas:

Reprodução Assistida

Gravidez

Relacionamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.