Caminhar ajuda no combate a infecções em doentes renais

Exercícios físicos moderados ajudam os doentes renais a evitar infecções e problemas cardiovasculares.

Após seis meses de caminhadas de meia hora, cinco dias por semana, um pequeno grupo de pacientes apresentou sistemas imunológicos mais fortes em comparação com o mesmo número de pessoas sem a atividade física.

Embora essa terapêutica não tenha impacto direto na doença, "os benefícios são imensos", pois podem melhorar a qualidade de vida e o reduzir o declínio da condição física desses doentes.

O pesquisador português João Viana, que participou do trabalho, afirma que o estudo foi feito com pacientes que têm doença crônica renal em estado avançado, que necessitam de diálise ou transplante de rim e quando o risco de infeções com consequências cardiovasculares é maior.

Os resultados do estudo contribuem para a teoria de que "o exercício físico tem um potencial anti-inflamatório", não tendo sido encontrados sinais de que possa ser prejudicial ao sistema imunológico, enfatizou.

O trabalho foi feito por meio de parceria entre a Universidade de Loughborough e os hospitais universitários de Leicester (Reino Unido), que estudam o papel do exercício físico na gestão e prevenção de doenças crônicas.

Os resultados foram publicados no Jornal da Sociedade Americana de Nefrologia (ciência que estuda os rins e o tratamento de doenças renais).


Ver mais notícias sobre os temas:

Tratamentos

Atividades Físicas

Coração

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.