Campinas chama exército para ajudar em megaoperação contra dengue

A Prefeitura de Campinas, no interior de São Paulo, vai intensificar as ações de combate à dengue.

Ao contrário do restante do país, onde a dengue caiu até 80% no início de 2014, a região de Campinas apresenta um surto da doença.

As atividades planejadas pela Prefeitura contarão com o apoio do Exército e da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias), órgão do governo estadual.

As ações acontecerão em toda a cidade, mas a região noroeste, onde está concentrada a maioria dos casos da doença, será priorizada.

Atualmente, Campinas tem 2.793 confirmações de dengue, sendo que 1.851 estão na região noroeste - já são quase 6.000 notificações, a maioria aguardando confirmação por exames.

O Exército vai atuar na colocação de telas nas caixas d'água, que são consideradas um dos principais criadouros do pernilongo transmissor da dengue.

A Prefeitura entrou com uma ação na 1ª Vara da Fazenda Pública pedindo autorização da Justiça para entrar em imóveis fechados ou nos quais o morador não permitiu a entrada dos agentes.

Um levantamento realizado pelos agentes de saúde aponta que 80% dos criadouros estão dentro das casas.

Os proprietários dos terrenos e imóveis com entulhos estão sendo notificados e multados, mas as multas não resolvem o problema da infestação de pernilongos, o que fez a Prefeitura optar pela via judicial.


Ver mais notícias sobre os temas:

Saúde Pública

Prevenção

Vírus

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.