Campinas realiza 700 testes de diagnóstico rápido de HIV

Diagnóstico precoce do HIV

Pelo menos 700 testes para diagnóstico rápido do HIV foram realizados em Campinas, na primeira fase da campanha permanente de diagnóstico precoce de HIV/Aids, lançada no final de 2008 pelo Programa Municipal de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids (PMDST/Aids) da Secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal de Campinas.

Agora, a campanha será levada através do CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento) Itinerante a empresas e instituições interessadas.

A próxima visita do CTA Itinerante está agendada para os dias 7 e 8 de março, data em que serão realizados bailes da terceira idade no Clube Social do Jardim Aurélia.

Já a comunidade da Fundação Bradesco poderá realizar o teste rápido no dia 15 de março, data em que a instituição receberá a visita do CTA.

Campanha permanente

Segundo a enfermeira Heloísa Rossani, coordenadora do Centro de Testagem e Aconselhamento no Hospital Ouro Verde, a população adulta predomina entre as pessoas que realizam teste para diagnóstico rápido de HIV na cidade. "Trata-se de uma campanha permanente que será estendida a outras unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) de Campinas. A técnica vem sendo aplicada desde dezembro pelo Centro de Testagem que fica no Hospital Ouro Verde e, no entanto, no dia 30 de janeiro, ela foi lançada publicamente em evento pré-carnavalesco realizado na Estação Cultura", disse Heloísa.

Esta foi também a primeira experiência do CTA Itinerante, com apoio do Centro de Referência do Programa Municipal de DST/Aids de Campinas.

Dados parciais

No domingo, dia 22 de fevereiro, no Clube da Associação dos Aposentados e Pensionistas das Indústrias Metalúrgicas e Outras Categorias de Campinas, na Vila Marieta (Região Sul), foram realizados cerca de 65 testes de HIV com diagnóstico rápido. Na terça-feira, dia 24, último dia do período de Carnaval, foram realizados aproximadamente 65 testes, mesmo número praticado durante o desfile do Tomá na Banda, sábado, dia 21, no Cambuí (Região Central).

"Ainda são dados parciais, mas a adesão do público adulto é grande. Estamos focando a campanha neste segmento, principalmente entre mulheres adultas e pessoas com mais de 50 anos, onde o crescimento da epidemia é mais rápido, conforme demonstram os dados epidemiológicos, tanto de Campinas como de São Paulo e do restante do País", disse Heloísa.

Pré-Carnaval

Nos eventos pré-carnavalescos da Estação Cultura foram realizados 183 testes; no baile do Clube da Vila Teixeira, 221 testes; e em evento público realizado na Praça Arautos da Paz, foram realizados 110 testes. Heloísa esclarece que o teste é gratuito e o resultado é sigiloso.

O perfil do público que fez o teste na Vila Teixeira é majoritariamente de mulheres adultas e, na Estação Cultura, jovem. A Secretaria Municipal de Saúde de Campinas realiza os testes com diagnóstico rápido por intermédio do CTA Ouro Verde, Centro de Testagem e Aconselhamento.

As instituições interessadas podem solicitar parceria com o CTA Ouro Verde devem ligar para 3226-7475, de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h .

Os interessados em realizar o Teste de HIV com diagnóstico rápido devem procurar pelo CTA que fica no Complexo Ouro Verde, na avenida Rui Rodrigues, 3434, próximo ao Terminal Ouro Verde.


Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Prevenção

Vírus

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.