Cardápios deveriam trocar calorias por exercícios

As pessoas tendem a optar por refeições menos calóricas quando frequentam restaurantes que trazem em seus cardápios a quantidade de exercício necessário para queimar as calorias de cada um dos alimentos oferecidos.

Segundo os cientistas responsáveis pelo estudo, para estimular pessoas a controlarem melhor seu peso, seria mais eficiente informar a elas o que deverão fazer para queimar as calorias de um sanduíche, por exemplo, do que simplesmente informá-las quantas calorias o sanduíche contém.

A pesquisa, conduzida por uma equipe da Universidade Cristã do Texas, dividiu 300 voluntários com idade entre 18 e 30 anos em três grupos aleatórios.

Um recebeu um menu sem as informações calóricas; o segundo recebeu cardápios que continham o número de calorias de cada alimento, e o terceiro foi informado tanto sobre as calorias do alimento quanto sobre a quantidade de exercício necessário (em tempo de caminhada rápida) para queimar suas calorias.

No final, as pessoas do grupo que recebeu os menus com as informações sobre exercícios físicos pediram refeições menores e comeram menos, consumindo em média cem calorias a menos do que as outras.

Andar é fácil

As pesquisadoras Meena Shah e Ashlei James explicam que todos os menus continham a mesma seleção de alimentos e bebidas, que incluía hambúrgueres, sanduíches, salada, batata frita, refrigerantes e água. Nenhum dos voluntários estava ciente dos objetivos da pesquisa.

"Este é o primeiro estudo que reflete acerca dos efeitos de mostrar quantos minutos de caminhada rápida são necessários para queimar as calorias contidas nos alimentos consumidos. A pesquisa sugere que há benefícios," disse Meena Shah.

Os cientistas destacam o fato de que a caminhada rápida é um tipo de exercício que tem um grande apelo, já que é de fácil execução.

Shah, porém, ressalta que não é possível extrapolar as conclusões para a população com mais de 30 anos. Por isso, mais pesquisas, envolvendo pessoas mais velhas, ainda são necessárias.

Calorias

Outros estudos já demonstraram que as pessoas que fazem dietas são enganadas pelo nome dos alimentos e que nomes atrativos aumentam consumo de vegetais por crianças. Além disso, restaurantes com luz e música suaves ajudam a emagrecer.

E o próprio sistema de cálculo de calorias tem sido intensamente criticado por pesquisadores.


Ver mais notícias sobre os temas:

Dietas e Emagrecimento

Alimentação e Nutrição

Consumo Responsável

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.