Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

22/10/2012

Células da tireoide produzem hormônios em laboratório

Nancy Dath

Tireoide artificial

Cientistas conseguiram pela primeira vez produzir tecido funcional da tireoide em laboratório.

Um tecido funcional significa que ele é capaz de produzir os hormônios produzidos pela tireoide natural.

A geração de tecido tireoidiano funcional a partir de células-tronco pode permitir o tratamento de pacientes que sofrem de deficiência de hormônios da tireoide.

Isso pode acontecer devido a um defeito no funcionamento da glândula ou ao desenvolvimento anormal da tireoide.

O feito foi alcançado pela equipe de Sabine Costagliola, da Universidade Livre de Bruxelas (Bélgica), que desenvolveu o tecido tireoidiano funcional a partir de células-tronco.

O experimento foi feito em camundongos, mas os cientistas afirmam que esse é um passo importante para fazer o mesmo com células humanas.

Os resultados foram publicados na revista científica Nature.

Hormônios da tireoide

Os hormônios da tireoide são uma classe de moléculas que contêm iodeto e que desempenham um papel crítico na regulação de várias funções corporais, incluindo o metabolismo, o crescimento e a função cardíaca.

Eles também são cruciais para o desenvolvimento normal do cérebro.

A glândula tireoide, um órgão endócrino especializado em capturar o iodeto, é o único órgão onde estes hormônios são produzidos.

Ocorre, no entanto, que 1 em cada 3.000 recém-nascidos nasce com hipotireoidismo congênito, uma doença caracterizada pela produção insuficiente de hormônios da tireoide.

Na falta de tratamento médico com hormônios da tireoide - iniciado nos primeiros dias após o nascimento - a criança terá um retardamento mental irreversível.

Pessoas que precisam retirar a glândula também precisam de repor os hormônios artificialmente durante toda a vida.

Tireócitos

Alterando dois genes em células-tronco, os pesquisadores conseguiram induzir sua diferenciação em tireócitos, o tipo de célula primária responsável pela produção dos hormônios na glândula tireoide.

A primeira constatação deste estudo foi o desenvolvimento de tecido tireoidiano funcional em placas de cultura.

A seguir, a equipe transplantou os tireócitos derivados das células-tronco em camundongos que não possuíam uma glândula tireoide funcional.

Quatro semanas após o transplante, as cobaias transplantadas haviam restabelecido os níveis normais de hormônios tireoidianos no sangue, desaparecendo dos sintomas associados com a deficiência dos hormônios.

Os pesquisadores agora estão desenvolvendo um protocolo semelhante com base em células-tronco humanas e esperam gerar tecido tireoidiano humano funcional reprogramando células-tronco pluripotentes induzidas (iPS) derivadas de células da pele.


Ver mais notícias sobre os temas:

Células-tronco

Desenvolvimento de Medicamentos

Tratamentos

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Ultrassom no 1º trimestre de gravidez pode agravar autismo

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão