Células-tronco de dentes-de-leite poderão revolucionar tratamentos dentários

Células-tronco de dentes-de-leite

Uma pesquisa que vem sendo desenvolvida na Universidade de Brasília (UnB) pode mudar a forma de se fazer tratamento dentário. Um grupo de três alunos de pós-graduação e cinco orientadores das áreas de odontologia e biologia estudam como tratar infecções dentárias a partir de células-tronco do dente-de-leite ou do terceiro molar - conhecido como siso.

Banco pessoal de células-tronco

Eles já conseguiram isolar as células e reproduzi-las. O próximo passo será identificar como elas se reproduzem e onde podem ser utilizadas para a regeneração do dente. Em seguida, pretendem fazer testes. Se tiverem sucesso, um banco de células-tronco do paciente pode ser formado para ser utilizado em tratamentos de cárie e canal, por exemplo.

Crescendo novos dentes naturais

"Num tratamento de cárie, nós cavamos o dente para retirar a infecção. Atualmente, esse dente é tampado com um material sintético. Mas com o tratamento de células-tronco, elas seriam utilizadas para recompor aquela polpa. O mesmo [vale] para o nervo retirado no tratamento de canal", explica a mestranda em ciências da saúde, Leliane Macedo, que faz parte do grupo de pesquisadores. "Com isso, você induz uma cicatrização do dente com o próprio dente, de forma muito mais natural".

As pesquisas não prometem ainda a possibilidade de fazer nascer outro dente completo no lugar de um perdido. Mas, segundo Leliane, a longo prazo pode ser possível reproduzir em laboratório um dente natural. Dessa forma, na hora de implantar uma prótese, ela não será mais de material artificial, e sim de dentina natural.


Ver mais notícias sobre os temas:

Saúde Bucal

Células-tronco

Genética

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.