Cérebro percebe sabor utilizando todos os sentidos

Cérebro percebe sabor utilizando todos os sentidos
"Nós descobrimos que o córtex gustativo recebe informações de todos os sentidos, não apenas do paladar," relata Fontanini.
[Imagem: Stony Brook University]

Córtex gustativo

A frase "Parece tão bom que quase sinto o sabor" pode ser mais real do que se imagina.

Foi o que constataram Roberto Vincis e Alfredo Fontanini, da Universidade Stony Brook (EUA), ao estudar como o cérebro processa estímulos envolvendo o paladar.

A equipe descobriu que o córtex gustativo, a parte do cérebro que medeia a percepção consciente do sabor, baseia-se em todos os sentidos físicos para antecipar o gosto - e não apenas no paladar.

Os resultados contestam a maneira como os neurocientistas explicavam até agora o papel do cérebro na sensação de sabor.

"Nós descobrimos que o córtex gustativo recebe informações de todos os sentidos, não apenas do paladar," relata Fontanini.

Treinamento do sabor

Mas nem todos os sentidos contribuem igualmente ou geram resultados idênticos na percepção do sabor.

"Nem todos os estímulos não-gustativos são igualmente eficazes na ativação do córtex gustativo; aqueles que podem ser facilmente associados ao sabor tendem a recrutar mais neurônios. O olfato é particularmente eficaz," disse Vincis.

A equipe concluiu que a capacidade do córtex gustativo para representar os estímulos de múltiplas modalidades é fortemente influenciada pelo aprendizado.

Os resultados foram publicados no eLife.


Ver mais notícias sobre os temas:

Neurociências

Cérebro

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.