Cesárea eleva chance de natimorto em gravidez seguinte

Mulheres que são submetidas a cesáreas estão 14% mais propensas a ter um natimorto na próxima gravidez do que aquelas que dão à luz naturalmente.

A cada 3,3 mil cesarianas haveria um natimorto - quando o feto morre dentro do útero ou durante o parto - em uma gravidez subsequente, disse a professora Louise Kenny, da Universidade College Cork, no Reino Unido.

"Embora estes sejam resultados raros, eles são devastadores para os pais e profissionais de saúde", disse Louise. "Por isso, aconselhamos as mulheres a evitar pedir por uma cesárea quando não houver indicação médica para fazê-la".

A realização de cesáreas também aumenta a chance de uma gravidez ectópica em 9%, de acordo com o estudo.

Uma gravidez ectópica ocorre quando um óvulo fertilizado se implanta fora do útero, geralmente em uma das trompas de Falópio.

O estudo, publicado na revista especializada PLoS Medicine, é um dos maiores até agora a analisar as ligações entre cesáreas e natimortos, tendo analisado dados de 832.996 mulheres dinamarquesas que foram mães pela primeira vez.


Ver mais notícias sobre os temas:

Gravidez

Saúde da Mulher

Cuidados com o Recém-nascido

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.