Chip biotecnológico imita fígado humano

Pesquisadores da Universidade da Califórnia e do Instituto Politécnico Rensselaer, Estados Unidos, desenvolveram um chip biotecnológico que é capaz de imitar o funcionamento do fígado humano. O microlaboratório ("lab-on-a-chip") irá permitir a classificação rápida de medicamentos, separando aqueles que são ativados pelo fígado daqueles que lhe são tóxicos.

"O MetaChip irá permitir avaliar uma série de compostos para verificação de sua toxicidade logo no início do processo de descoberta de novas drogas," afirmou Douglas Clark, que criou o chip-laboratório em parceria com seu colega Jonathan Dordick.

O fígado é a estação de desintoxicação do corpo humano, quebrando substâncias químicas e, freqüentemente, como no caso dos medicamentos, ativando-os, para que eles se tornem eficazes em algum outro lugar do corpo humano.

O que os pesquisadores fizeram foi pegar a principal enzima purificadora do fígado, chamada citocromo P450, e colocá-la no interior de um chip, a fim de criar metabólitos vivos de substâncias pretendentes a medicamentos e testá-las rapidamente contra tipos específicos de células.

"Muitos compostos utilizados como drogas não são ativos até serem metabolizados pelas enzimas no fígado," explica Clark. "Os produtos do MetaChip correspondem àqueles produzidos no fígado, com a vantagem de poderem ser testados contra muitos tipos diferentes de células."

Fonte: Chip biotecnológico imita fígado humano


Ver mais notícias sobre os temas:

Biochips

Implantes

Intoxicação

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.