Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

06/03/2013

Cientistas anunciam cura para Doença de Chagas

Redação do Diário da Saúde
Cientistas anunciam cura para Doença de Chagas
Rhodnius prolixus, o barbeiro da Doença de Chagas, que recentemente começou a se alastrar pelo sul dos EUA.[Imagem: Wikipedia]

Coincidências

A doença de Chagas é uma infecção fatal, causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi e transmitida pelo barbeiro (Rhodnius prolixus).

Ela sempre assolou os chamados trópicos, onde se concentram os países mais pobres.

Mundialmente ela tem sido considerada uma "doença negligenciada" - males para os quais não se desenvolvem novos medicamentos e cujos tratamentos estão parados no tempo.

De fato, o tratamento atual para o Mal de Chagas é tóxico e limitado à fase aguda da doença. Pior ainda, um tipo específico de malária começou a apresentar resistência aos medicamentos.

Mais recentemente, a doença começou a dar ares de globalização, e passou a causar vítimas também nos países mais ricos, incluindo os EUA.

Agora, Galina Lepesheva e seus colegas da Universidade de Vanderbilt (EUA) anunciaram ter conseguido curar ambas as formas - aguda e crônica - da doença de Chagas em camundongos.

Cura para a Doença de Chagas?

Para curar a doença de Chagas nas cobaias, os pesquisadores utilizaram uma pequena molécula, chamada VNI.

A VNI inibe especificamente uma enzima essencial para a multiplicação celular e a integridade do T. cruzi.

Nos modelos animais da doença de Chagas, a VNI alcançou a cura com 100% de sobrevivência e sem efeitos colaterais tóxicos.

A descoberta "representa um possível novo caminho para combater uma ameaça grave a nível mundial, para a qual atualmente existem poucas opções terapêuticas," disse Richard Okita, do Instituto Nacional de Saúde (NIH) dos EUA.

Globalização da Doença de Chagas

Cerca de 8 milhões de pessoas estão infectadas pelo T. cruzi, principalmente na América Latina, mas barbeiros foram recentemente encontrados em todo o sul dos Estados Unidos.

Como o parasita fica nas fezes do inseto, a doença também pode ser transmitida através de alimentos e bebidas contaminadas, através do sangue e de mãe para filho.

O sintoma mais comum da fase aguda da doença de Chagas é a febre, mas o parasita também pode provocar inflamação do coração e do cérebro, o que pode ser fatal.

Na fase crônica, a doença de Chagas afeta mais severamente o coração e o trato gastrointestinal.


Ver mais notícias sobre os temas:

Desenvolvimento de Medicamentos

Infecções

Sistema Circulatório

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?