Cientistas anunciam cura para Doença de Chagas

Cientistas anunciam cura para Doença de Chagas
Rhodnius prolixus, o barbeiro da Doença de Chagas, que recentemente começou a se alastrar pelo sul dos EUA.
[Imagem: Wikipedia]

Coincidências

A doença de Chagas é uma infecção fatal, causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi e transmitida pelo barbeiro (Rhodnius prolixus).

Ela sempre assolou os chamados trópicos, onde se concentram os países mais pobres.

Mundialmente ela tem sido considerada uma "doença negligenciada" - males para os quais não se desenvolvem novos medicamentos e cujos tratamentos estão parados no tempo.

De fato, o tratamento atual para o Mal de Chagas é tóxico e limitado à fase aguda da doença. Pior ainda, um tipo específico de malária começou a apresentar resistência aos medicamentos.

Mais recentemente, a doença começou a dar ares de globalização, e passou a causar vítimas também nos países mais ricos, incluindo os EUA.

Agora, Galina Lepesheva e seus colegas da Universidade de Vanderbilt (EUA) anunciaram ter conseguido curar ambas as formas - aguda e crônica - da doença de Chagas em camundongos.

Cura para a Doença de Chagas?

Para curar a doença de Chagas nas cobaias, os pesquisadores utilizaram uma pequena molécula, chamada VNI.

A VNI inibe especificamente uma enzima essencial para a multiplicação celular e a integridade do T. cruzi.

Nos modelos animais da doença de Chagas, a VNI alcançou a cura com 100% de sobrevivência e sem efeitos colaterais tóxicos.

A descoberta "representa um possível novo caminho para combater uma ameaça grave a nível mundial, para a qual atualmente existem poucas opções terapêuticas," disse Richard Okita, do Instituto Nacional de Saúde (NIH) dos EUA.

Globalização da Doença de Chagas

Cerca de 8 milhões de pessoas estão infectadas pelo T. cruzi, principalmente na América Latina, mas barbeiros foram recentemente encontrados em todo o sul dos Estados Unidos.

Como o parasita fica nas fezes do inseto, a doença também pode ser transmitida através de alimentos e bebidas contaminadas, através do sangue e de mãe para filho.

O sintoma mais comum da fase aguda da doença de Chagas é a febre, mas o parasita também pode provocar inflamação do coração e do cérebro, o que pode ser fatal.

Na fase crônica, a doença de Chagas afeta mais severamente o coração e o trato gastrointestinal.


Ver mais notícias sobre os temas:

Desenvolvimento de Medicamentos

Infecções

Sistema Circulatório

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.