Cientistas descobrem uma fonte da juventude em caverna de morcegos

Cientistas descobrem uma
Tadarida brasiliensis, morcego encontrado do Chile aos Estados Unidos, e que pode conter a chave para uma vida mais longa para os humanos.
[Imagem: Ron Groves]

Envelhecer mais lentamente

Cientistas da Universidade San Antonio, no Texas, Estados Unidos, estão estupefatos com uma nova descoberta que poderá levar a um dos avanços mais importantes na história humana - a possibilidade de aumentar o tempo de vida das pessoas.

A descoberta, que virou capa da edição de Julho do renomado The FASEB Journal, mostra que um dobramento adequado de uma proteína ao longo do tempo de vida dos morcegos explica porque esses animais vivem significativamente mais do que outros mamíferos de mesmo tamanho, como os camundongos.

"Em última instância, nós estamos tentando descobrir os mecanismos subjacentes que permitem que algumas espécies de animais tenham um tempo de vida longo, com a esperança de que possamos ser capazes de desenvolver terapias que permitam às pessoas envelhecerem mais lentamente," disse Asish Chaudhuri, professor de bioquímica e um dos coordenadores da pesquisa.

Proteína resistente

Asish e seus colegas fizeram a descoberta extraindo proteínas do fígado de duas espécies de morcegos de vida longa (Tadarida brasiliensis e Myotis velifer) e de camundongos adultos jovens. Essas proteínas foram então expostas a químicos conhecidos por causar dobramentos incorretos das proteínas.

Depois de examinar as proteínas, os cientistas descobriram que as proteínas dos morcegos apresentavam menos danos do que as proteínas dos camundongos, indicando que os morcegos têm um mecanismo para manterem a estrutura adequada sob estresse extremo.

Fonte da juventude

"Talvez Juan Ponce De León não estivesse tão longe da verdade quando percorreu a Flórida em busca da Fonte da Juventude," brinca Gerald Weissmann, editor da revista científica que publicou a descoberta.

"Pelo que parece, uma dessas espécies de morcego vive sua longa vida na Flórida. Como os morcegos são roedores com asas, esta dica química que explica porque os morcegos superam os camundongos no jogo do envelhecimento poderá levar os cientistas à origem dessa fonte tão elusiva," afirma ele.


Ver mais notícias sobre os temas:

Terceira Idade

Qualidade de Vida

Cirurgias Plásticas

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.