Comer frutas e vegetais melhora resposta à quimioterapia

Resistência à quimioterapia

A principal causa de morte entre todos os pacientes com câncer continua sendo a resistência das células tumorais à quimioterapia, uma forma de tratamento na qual compostos químicos são utilizados para matar as células do câncer.

Agora, um estudo feito por bioquímicos da Universidade de Riverside, nos Estados Unidos, descobriu que a ingestão de apigenina - um composto que ocorre naturalmente em frutas e vegetais - aumenta a resposta das células cancerosas à quimioterapia.

Resposta à quimioterapia

A pesquisadora Xuan Liu e sua colaboradora Xin Cai descobriram que a apigenina insere o supressor p53, uma proteína, no núcleo da célula - um passo necessário para matar as células pela ação da quimioterapia.

O estudo, publicado antecipadamente na Proceedings of the National Academy of Sciences, representa uma nova abordagem para quebrar a resistência dos tumores à quimioterapia, e sugere um amplo campo novo de pesquisas para o desenvolvimento de quimioterápicos mais seguros por meio da utilização de compostos químicos naturais.

Seqüestração citoplásmica

Normalmente, as células têm baixos níveis de p53 difundidas em seu citoplasma e em seu núcleo. Quando o DNA no núcleo é danificado, a p53 dirige-se para lá onde ela ativa genes que interrompem o crescimento da célula e causam sua morte. Desta forma, a p53 garante que as células com DNAs danificados sempre morrerão.

Em muitos cânceres, a p53 é desativada por um processo chamado seqüestração citoplásmica. A apigenina é capaz de reativar a p53 e transportá-lo para o núcleo, onde ela pode cumprir sua tarefa de parar o crescimento celular e causar a morte da célula

Apigenina em frutas, vegetais e castanhas

"Na quimioterapia, você quer matar as células do câncer," explica Cai. "Mas para parar o crescimento da célula e matá-la, primeiro a p53 precisa ser levada para o núcleo para que ela possa funcionar. A apigenina é muito eficaz em posicionar a p53 dessa forma."

A apigenina é encontrada principalmente em frutas (maçãs, morangos e laranjas), vegetais (incluindo salsa, alcachofra, basílico e aipo), castanhas e bebidas derivadas de plantas (incluindo chá e vinho).

Já foi demonstrado pelos pesquisadores que a apigenina tem propriedades inibidoras do crescimento dos tumores de vários tipos de câncer, incluindo câncer de mama, cólon, pele, tireóide e leucemia. Também foi demonstrado que ela inibe a proliferação das células do câncer do pâncreas.

"Nosso estudo defende a inclusão e frutas e vegetais em nossa dieta diária para ajudar a prevenir o câncer," disse Liu.


Ver mais notícias sobre os temas:

Quimioterapia

Alimentação e Nutrição

Medicamentos Naturais

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.