Muda compreensão sobre como ossos cicatrizam

Como os ossos cicatrizam?
A cicatrização da fratura no meio do osso requer a remoção da fibrina para que os vasos sanguíneos possam abrir caminho para a formação de um novo osso.
[Imagem: Jonathan Schoenecker/Vanderbilt University Medical Center]

Cicatrização óssea

Os livros-texto de Medicina sobre como ocorre a cura das fraturas ósseas terão que ser reescritos.

Além disso, todos os esforços para promover a cicatrização óssea podem estar sendo, no mínimo, mal direcionados.

Uma equipe da Universidade Vanderbilt (EUA) descobriu que a fibrina, uma proteína que se acreditava desempenhar um papel chave na cicatrização das fraturas ósseas, nem mesmo é necessária no processo de cura.

Na verdade, é a "quebra" da fibrina que é essencial para o reparo da fratura.

"Muitos dos protocolos farmacêuticos atuais são baseados no uso da fibrina para promover a cicatrização da fratura. Em certos casos, pode ajudar, mas nós mostramos com certeza que você não precisa dela. A biologia óssea não necessita da fibrina para curar uma fratura," acentua o pesquisador Jonathan Schoenecker.

Remédios para fraturas

Os resultados podem explicar por que as crianças se curam de fraturas tão rapidamente - seus níveis de fibrinogênio são cerca de metade dos níveis de um adulto.

E pode explicar também por que a obesidade, diabetes, tabagismo e idade avançada prejudicam o reparo das fraturas. Todas essas condições estão associadas com dificuldades de eliminação da fibrina.

O pesquisador destaca que alguns medicamentos desenvolvidos para a medicina cardiovascular - para evitar a coagulação - podem encontrar novos usos na recuperação de fraturas ósseas em pessoas com deficiências no processo.

Como os ossos cicatrizam?

A fibrina está envolvida na coagulação do sangue, formando uma malha que retém as plaquetas responsáveis pela formação do coágulo. Da mesma forma, quando os ossos quebram, é urgente parar o sangramento.

"A maioria das pessoas não se dá conta de que os ossos são o órgão mais vascularizado em nossos corpos," explica Schoenecker. "Quando você tem uma fratura, você tem uma enorme perturbação dessa vascularização."

Como a fibrina é a principal proteína no local de uma fratura, os cientistas acreditavam que ela promovesse a reparação do osso, proporcionando um suporte para a fase inicial da formação do osso novo.

Schoenecker e seus colegas descobriram, porém, que o reparo da fratura continua normal em camundongos sem o fibrinogênio, o precursor da fibrina: os vasos sanguíneos crescem primeiro nas extremidades da fratura, se estendem e então se reconectam.

A fibrina então sai de cena e começa a formação de um novo osso.


Ver mais notícias sobre os temas:

Ossos e Articulações

Sistema Circulatório

Acidentes

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.