Conselhos para se atingir a felicidade são mesmo sábios?

Conselhos para ser feliz

Todas as livrarias têm enormes seções de livros com conselhos para se atingir uma vida feliz. Quão sábios são esses livros? Este é o assunto de um número especial do Jornal de Estudos da Felicidade.

Recomendações filosóficas para se alcançar uma vida feliz são colocadas lado a lado com as últimas descobertas científicas sobre condições para que uma pessoa seja feliz.

Ao comparar recomendações filosóficas e científicas, os pesquisadores tiveram algumas conclusões interessantes:

Um sereno isolamento não é passagem para felicidade hoje

O filósofo grego Epicuro recomendava o não-envolvimento com a sociedade e optava por retiros em seus jardins com seus amigos. Este conselho pode ter sido apropriado para as condições do seu tempo, mas não fomenta a felicidade hoje.

Conselhos confucionistas são mais adequados do que os budistas

Confucionismo, Taoísmo e Budismo são as três grandes tradições da filosofia chinesa. Os conselhos para se viver uma vida feliz diferem ao longo dessas três tradições.

As recomendações do Confucionismo parecem ser as mais adequadas na sociedade contemporânea, e as recomendações do Budismo parecem ser as menos adequadas das três.

Não siga o conselho de Schopenhauer para fugir do casamento

Schopenhauer, filósofo alemão do século 19, apregoava contra o casamento, que ele considerava uma espécie de sofrimento. Este conselho não combina com os resultados de pesquisas sobre os efeitos do casamento sobre a felicidade, que geralmente são positivos. Mesmo neuróticos como Schopenhauer são mais felizes casados do que solteiros.

[Nota do Editor: Pesquisas mais recentes demonstram que os solteiros podem ser tão felizes quanto os casados, conforme demonstrado no artigo Health and marriage: The times they are a changin'.]

Há muito valor nos livros de auto-ajuda

As recomendações comumente encontradas nos livros de auto-ajuda, ou livros da Nova Era, são: seja autêntico, conheça a si mesmo, conecte-se com os outros, pense positivamente, tome controle e siga suas intuições.

A maioria desses conselhos combina com as observações científicas para se atingir a felicidade, à exceção de alguns poucos.


Ver mais notícias sobre os temas:

Felicidade

Sentimentos

Relacionamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.