Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

15/04/2015

Consumo de refrigerantes no Brasil cai 20% em seis anos

Com informações da Agência Saúde

Os brasileiros consumiram 20% menos refrigerante nos últimos seis anos.

O dado é um dos resultados da pesquisa Vigitel, do Ministério da Saúde - Vigitel é uma sigla para "Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico".

"Em geral, os refrigerantes têm grande adição de açúcar e isso pode levar riscos inerentes à saúde, tanto em relação à obesidade, ao diabetes, como também inúmeras doenças cardiovasculares," disse Deborah Malta, do Ministério da Saúde.

"E, além disso, na sua forma dietética tem, além de inúmeros outros componentes, mas destacamos o teor de sal, que também produz doenças cardiovasculares com destaque para a hipertensão arterial," finalizou Deborah.

A pesquisa mostra que, apesar da queda no consumo, 21% dos entrevistados pelo levantamento disseram que bebem refrigerante cinco vezes por semana.

Diminuir o consumo de refrigerantes e de sucos industrializados é uma das recomendações que podem ser encontradas no Guia Alimentar para a População Brasileira.

Estudos indicam que o consumo de refrigerantes pode causar puberdade precoce nas meninas e reforçam o risco genético da obesidade.

Veja outras reportagens com informações sobre os riscos à saúde do consumo excessivo de refrigerantes:


Ver mais notícias sobre os temas:

Alimentação e Nutrição

Consumo Responsável

Dietas e Emagrecimento

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Cientistas dizem ter descoberto cura definitiva para alcoolismo

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?