Coração é curado com spray de tinta biológica após infarto

Coração é curado após infarto com spray de biotinta

[Imagem: Tang Junnan et al. - 10.1089/ten.tec.2016.0492]

Spray no coração

Consertar um defeito no coração não é algo que soe agradável ou fácil.

Poderá continuar não sendo uma boa notícia, mas será muito mais fácil quando pudermos contar com uma nova tecnologia que está sendo desenvolvida por Junnan Tang (Universidade de Zhengzhou) e Adam Vandergriff (Universidade Soochow), ambas na China.

Eles demonstraram a eficácia de um método minimamente invasivo que forma uma espécie de curativo cardíaco regenerativo capaz de promover a reparação do tecido do coração danificado por um ataque cardíaco.

A diferença é que, ao contrário de outros curativos cardíacos já apresentados, este é aplicado na forma de um spray de tinta.

Curativo por spray

Tang e Vandergriff desenvolveram um biomaterial que é pulverizado sobre o coração, formando um gel de fibrina de plaquetas, que ajuda o coração a se curar sem a necessidade de suturas ou cola.

Os materiais pulverizados são atóxicos para o músculo cardíaco, aderem fortemente ao coração e, depois de cumprirem sua função, degradam-se ao longo do tempo. Os biomateriais também podem levar incorporados fatores de crescimento para promover o reparo cardíaco e outros compostos ativos que sejam necessários em cada caso.

"O método de pintura por pulverização é um excelente exemplo de como a engenharia de tecidos evoluiu desde a década de 1990," comentou o Dr. John Jansen, da Universidade Radboud (Holanda), que não está envolvido na pesquisa. "O método de deposição descrito é fácil de aplicar em ambiente clínico e mostra um potencial significativo para o tratamento dos pacientes."

Estes primeiros testes, que foram feitos em camundongos e deverão continuar com vistas a testes em humanos no futuro, foram publicados na revista médica Tissue Engineering, Part C.


Ver mais notícias sobre os temas:

Coração

Cirurgias

Células-tronco

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.