Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

22/08/2012

Criatividade: os nerds contra-atacam

Redação do Diário da Saúde

Pessoas independentes

A rejeição social pode resultar em um reforço da criatividade, desde que a pessoa tenha um forte senso de independência pessoal.

"Para pessoas que já se sentem à parte da multidão, a rejeição social pode ser uma forma de validação," explica Sharom Kim, da Universidade Johns Hopkins (EUA).

"A rejeição," explica ela, "confirma para as pessoas independentes o que elas já sentem a respeito de si mesmas, que elas não são como as outras. Para pessoas assim, essa distinção é positiva, levando-as a desenvolver maior criatividade."

Sentimento de independência

"Nós estamos vendo na sociedade uma crescente preocupação com as consequências negativas da rejeição na vida social, em grande parte graças aos relatos na mídia sobre o bullying que ocorre nas escolas, no local de trabalho, e online," comenta Kim.

"Obviamente, o bullying e o assédio moral são reprováveis e não produzem nada de bom," diz ela. "O que tentamos mostrar em nosso trabalho é que a exclusão de um grupo às vezes pode levar a um resultado positivo quando as pessoas que estão sendo excluídas pensam de forma independente."

De fato, inúmeros estudos psicológicos concordam que a rejeição social inibe a capacidade cognitiva em pessoas que dão valor a pertencer a um grupo.

Emprego para nerds

As pesquisadoras fizeram uma série de experimentos com estudantes universitários, medindo sua criatividade com testes padronizados depois que cada um era informado de que não fora selecionado para participar de um grupo.

A conclusão é que aquelas pessoas mais facilmente catalogáveis como nerds, com características muito próprias, fugindo ao "padrão social", foram as mais criativas após a rejeição.

Segundo as pesquisadoras, isto tem forte impacto na seleção de pessoas para emprego.

As empresa deveriam, segundo elas, dar uma segunda olhada naquele candidato cuja personalidade pouco convencional pode fazer dele um alvo fácil para a rejeição, mas cuja inventividade seria um trunfo valioso para a organização.


Ver mais notícias sobre os temas:

Comportamento

Trabalho e Emprego

Educação

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Ciência começa a entender eficácia da Medicina Chinesa contra o câncer

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão