Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

04/03/2013

Cura funcional de bebê cria esperança de geração sem AIDS

Com informações da BBC

Bebê nasce sem HIV?

O UNAIDS, programa da ONU para o combate à AIDS, comemorou a notícia de que uma criança de 2 anos pode ter sido completamente curada do vírus HIV nos Estados Unidos.

Em comunicado, a ONU afirma que, se os resultados forem confirmados, este será o primeiro caso documentado de uma criança com o vírus HIV que parece não ter mais níveis detectáveis do vírus após parar o tratamento.

"Essa notícia nos dá muita esperança de que uma cura para o HIV em crianças é possível e pode ser um passo a mais rumo a uma geração livre da AIDS", disse o diretor executivo da UNAIDS, Michel Sidibé, em comunicado oficial.

"Isso também ressalta a necessidade de pesquisa e inovação, especialmente na área do diagnóstico precoce," completou.

Só para crianças

Médicos norte-americanos revelaram neste domingo que uma menina soropositiva do estado do Mississippi, com 2 anos e meio de idade, não demonstra sinais de infecção pelo HIV após deixar o tratamento por cerca de um ano.

A virologista Deborah Persaud, da Universidade Johns Hopkins em Baltimore, apresentou os resultados do tratamento na Conferência sobre Retrovírus e Infecções Oportunistas em Atlanta.

"É uma prova do conceito de que o HIV pode ser potencialmente curável em crianças", disse.

Os médicos falam sobre "cura funcional" porque nenhum exame disponível conseguiu detectar o HIV na garota - mas, como esses exames têm limitações de precisão, é possível que o vírus reapareça mais tarde.

Mais exames também serão necessários para assegurar que o tratamento - que foi iniciado 30 horas após o nascimento da menina - funcionaria para outras crianças.

Especialistas afirmam que o tratamento parece ser interessante para crianças, mas não seria a rota para cura da AIDS em adultos.

Coquetel antivírus

O caso do bebê do Mississippi envolveu um coquetel de drogas disponíveis no mercado, conhecido como terapia antirretroviral, que já é usado para tratar a infecção em crianças.

Os resultados sugerem que o tratamento rápido aniquilou o vírus antes que ele pudesse se depositar em "esconderijos" no organismo, os chamados reservatórios de células dormentes.

Se a garota americana continuar saudável, esse será o segundo caso documentado de um soropositivo que consegue se livrar do vírus HIV.

Em 2007, Timothy Ray Brown se tornou a primeira pessoa a ser considerada curada da AIDS. Sua infecção foi erradicada por meio de um tratamento elaborado para a leucemia, que envolveu a destruição de seu sistema imunológico e um transplante de medula de um doador com uma mutação genética rara que resistia à ação do vírus.


Ver mais notícias sobre os temas:

Tratamentos

Vírus

Sexualidade

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão