Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

26/01/2012

Cursos à distância na área de saúde têm três mil vagas

Redação do Diário da Saúde

Cursos à distância

A Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP) está com quase três mil vagas disponíveis para cursos na modalidade a distância.

As inscrições para o aperfeiçoamento em Bioética Aplicada às Pesquisas Envolvendo Seres Humanos vão até o dia 7 de março e têm 1.200 vagas voltadas para membros de Comitês de Ética em Pesquisa (CEP) de todo o Brasil.

Com inscrições até o dia 10 de fevereiro, a especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana é voltada para os Centros Regionais de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) de Bauru, Mauá, Franca, Jundiaí, Indaiatuba, Bebedouro, Araraquara, Itapeva, Osasco e Marília e tem uma oferta de 560 vagas.

O curso de Aperfeiçoamento em Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa disponibilizou 1.000 vagas com foco em profissionais do SUS, de nível superior, das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, envolvidos ou interessados em desenvolver ações voltadas para a população idosa.

Curso de Especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana, na modalidade a distância

Inscrições: 10/1/2012 a 10/2/2012

O curso de especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana, na modalidade à distância, foi desenvolvido pela ENSP em parceria com a Área Técnica de Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde (CGSAT/SVS), visando a formação de profissionais para apoiar a implementação das ações de Saúde do Trabalhador no Sistema Único de Saúde com ênfase na Rede Nacional de Atenção Integral a Saúde do Trabalhador.

As vagas abertas neste edital foram demandadas pelos Centros Regionais de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) de Bauru, Mauá, Franca, Jundiaí, Indaiatuba, Bebedouro, Araraquara, Itapeva, Osasco e Marília, e acordadas pela Comissão Intergestores Bipartite do estado de São Paulo, que aprova a implementação do Projeto de Educação Permanente em Saúde do Trabalhador.

O objetivo do curso é qualificar profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) para incorporar as relações entre produção, ambiente e saúde às práticas de saúde, de modo a solucionar problemas concretos, considerando o processo produtivo como determinante do processo saúde-doença e da degradação ambiental.

Acesse aqui o edital na íntegra e a retificação do edital referente ao número de vagas para o Cerest de Ribeirão Preto.

Curso de Aperfeiçoamento em Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa, na modalidade a distância

Inscrições: 12/12/2011 a 3/2/2012

O curso de aperfeiçoamento desenvolvido pela ENSP em parceria com a Área Técnica de Saúde do Idoso do Departamento de Ações Estratégicas (Dape) da Secretaria de Atenção a Saúde, do Ministério da Saúde (SAS/MS) tem como objetivo capacitar profissionais do setor da saúde, de nível superior, que atuam na rede do Sistema Único de Saúde (SUS) em todos os níveis de gestão, preferencialmente na atenção básica. A ideia é operacionalizar atividades que visam à prevenção de perdas, a manutenção e a recuperação da capacidade funcional da população idosa e para o controle dos fatores que interferem no estado de saúde dessa população, fortalecendo assim, a Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa, aprovada pela Portaria nº 2.528, de 19/10/2006.

O público-alvo deste curso são profissionais de nível superior que trabalham no SUS, das regiões sul, sudeste e centro-oeste, envolvidos ou interessados em desenvolver ações voltadas para a população idosa. Confira aqui o edital.

Curso de aperfeiçoamento em Bioética Aplicada às Pesquisas Envolvendo Seres Humanos, na modalidade a distância

Inscrições: 6/1/2012 a 7/3/2012

Em 2012, o curso de Bioética Aplicada às Pesquisas Envolvendo Seres Humanos, na modalidade a distância, dá início a sua primeira turma. Essa formação visa introduzir os participantes na área possibilitando o conhecimento do funcionamento do sistema de pesquisa científica e sua regulamentação (regulação, funcionamento e diferentes papéis), assim como o reconhecimento das questões éticas relevantes da prática da pesquisa científica.

O curso, desenvolvido pela ENSP por uma demanda do Conselho Nacional de Saúde (CNS/MS) e com o apoio da Secretaria de Gestão Participativa do Ministério da Saúde, está sob a coordenação do pesquisador do Departamento de Ciências Sociais Sérgio Rego e da professora do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva (Iesc/UFRJ) Marisa Palácios, ambos coordenadores do Programa de Pós-Graduação em associação ampla em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva (PPGBIOS).

Esse aperfeiçoamento tem como foco a formação de profissionais comprometidos com o respeito aos direitos humanos e com o diálogo e é voltado para a disseminação da regulamentação nacional e internacional sobre ética em pesquisa. O curso pretende contribuir para que os participantes desenvolvam habilidades e competências a fim de analisar os aspectos éticos desse tipo de pesquisa científica e, também, tomar decisões com base nessas análises.

Ele tem um total de mil e duzentas vagas, sendo novecentas titulares e mais trezentas suplentes, divididas entre as cinco regiões brasileiras. Essas vagas serão distribuídas proporcionalmente ao número de CEPs de cada região. Em cada região serão selecionados prioritariamente os CEPs que tenham o maior volume de protocolos avaliados no ano de 2010.

O edital completo da oferta de vagas nos cursos pode ser baixado aqui.


Ver mais notícias sobre os temas:

Gestão em Saúde

Educação

Trabalho e Emprego

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Risco de câncer não aumenta com a idade

Curativo de árvore do cerrado não precisará ser trocado

Aprenda a cuidar dos olhos e proteger sua visão

Gordura certa protege o coração

Como os antioxidantes aceleram o câncer