Dados abertos reduzem resultados positivos de ensaios clínicos

Uma ciência, muitos resultados

No ano 2000, o governo dos Estados Unidos lançou uma ferramenta pública para disponibilização de todos os ensaios clínicos feitos para avaliar a eficácia de novos medicamentos e tratamentos.

Em 2014, um estudo comparativo mostrou que os efeitos colaterais desses tratamentos somem quando são publicados nas revistas científicas, em comparação com sua publicação na ferramenta governamental, que é acessada livremente por meio do site clinicaltrials.gov.

Agora, uma reportagem da revista Nature revelou que o oposto também é verdadeiro, ou seja, resultados relatados como positivos nas publicações das revistas científicas não recebem essa classificação quando são publicados na ferramenta aberta.

"O estudo revelou que, em uma amostra de 55 grandes ensaios testando tratamentos para doenças cardíacas, 57% daqueles publicados antes de 2000 relataram efeitos positivos dos tratamentos. Mas esse número caiu para apenas 8% nos estudos que foram realizados a partir de 2000," diz a reportagem.

Nenhum outro fator, além da publicação no Clinical Trials, conseguiu explicar a diferença.

Ler os detalhes

A professora Veronica Irvin, da Universidade do Oregon, responsável pela análise, afirma que isto mostra que a ferramenta governamental de dados abertos levou a pesquisas mais rigorosas.

Outro especialista, o neurologista Steven Novella, da Universidade de Yale, concorda com Irvin, mas afirma que o estudo é "um pouco assustador" porque levanta dúvida sobre os resultados positivos anteriores.

Os autores da análise afirmam que mesmo os ensaios clínicos registrados na plataforma aberta devem ser vistos com um "ceticismo saudável".

"Muito frequentemente, a audiência lê apenas a manchete e o resumo," disse Irvin. "É somente quando você olha os detalhes do estudo - tais como a dimensão dos efeitos e as taxas de resposta - é que você pode julgar se um resultado tem chance de ser clinicamente significativo."


Ver mais notícias sobre os temas:

Desenvolvimento de Medicamentos

Ética

Tratamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.