Descoberto um novo tipo de neurônio no cérebro

Descoberto um novo tipo de neurônio no cérebro
No futuro, condições como a hipertensão poderão ser tratadas através do cérebro. Mas as mulheres grávidas poderão ter benefícios mais a curto prazo.
[Imagem: Mittag et al.]

Neurônios e coração

Um grupo internacional de cientistas identificou um grupo de células nervosas no cérebro totalmente desconhecidas até agora.

Apesar de terem passado despercebidas, essas células regulam funções essenciais, como as funções cardiovasculares, o ritmo do coração e a pressão sanguínea.

A nova descoberta deverá ter implicações importantes para o tratamento de todas as doenças cardiovasculares humanas, com um efeito particularmente importante para as mulheres grávidas.

Hormônio da tireoide

Uma informação particularmente importante sobre os novos neurônios é que eles desenvolvem-se no cérebro com a ajuda do hormônio da tireoide.

Pacientes com problemas no funcionamento da glândula tireoide podem produzir pouco hormônio da tireoide ou produzi-lo em excesso, o que aumenta o risco de desenvolver doenças cardiovasculares.

Os cientistas descobriram que o mecanismo gerador desses efeitos passa pelas células nervosas recém-descobertas - até agora se acreditava que a falta ou o excesso do hormônio tivesse seus efeitos diretamente sobre o coração.

Coração via cérebro

"Esta descoberta abre a possibilidade de formas totalmente novas de combater as doenças cardiovasculares," disse Jens Mittag, do Instituto Karolinska, na Suécia.

"Se descobrirmos como controlar esses neurônios, poderemos tratar determinadas condições, como a hipertensão, através do cérebro," completou.

Essa é uma possibilidade para o futuro. Mas as mulheres grávidas poderão ter benefícios mais a curto prazo.

"De forma mais imediata, será possível identificar e tratar mulheres grávidas com hipotireoidismo, já que um baixo nível de hormônio da tireoide pode atrapalhar a produção desses neurônios no feto, levando a problemas cardiovasculares mais tarde na criança," disse o pesquisador.


Ver mais notícias sobre os temas:

Neurociências

Cérebro

Coração

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.