A quais desejos você consegue resistir mais?

Desejo de trabalho e diversão

Você frequentemente se pega, antes de ir se deitar, tentando resistir a mandar aquele último tweet ou ver se alguém lhe mandou um email?

Faça seu próprio balanço, mas os cientistas afirmam que, na maioria das pessoas, o anseio pelo trabalho e pelo divertimento, vence a batalha contra o autocontrole.

E isso comparando esses desejos com outros comumente considerados muito mais fortes, incluíndo vícios.

"A vida moderna é uma confusão de desejos aleatórios, marcados pelo conflito e pela resistência, essa última sem muito sucesso", resume Wilhelm Hofmann, da Universidade de Chicago (EUA).

Faça 38 pedidos

Embora outra pesquisa já tivesse demonstrado que a capacidade humana de autocontrole é limitada, Hofmann e seus colegas queriam avaliar como as pessoas controlam seus próprios desejos.

Para a pesquisa, 205 voluntários usaram gravadores onde registravam cada vez que sentiam um desejo, de qualquer coisa que fosse, e depois registravam se atenderam ao seu impulso ou não.

Em uma situação que deixaria louco qualquer gênio da lâmpada, os voluntários registraram exatamente 7.827 desejos.

Quero dormir

O desejo mais presente foi o de dormir, e o segundo foi fazer sexo.

Mas esses parecem ser apenas "desejos de retórica", porque quase ninguém partiu para a ação.

Por outro lado, os desejos mais difíceis de resistir foram trabalhar e ir ao computador checar as notícias e os emails.

De forma surpreendente, mesmo considerados vícios químicos, os desejos de fumar e beber foram os mais fracos, sendo vencidos na maior parte das vezes.

Fraqueza de vontade

Os pesquisadores deram o maior peso de sua atenção aos desejos de sono e diversão, não apenas porque foram os mais comuns, mas também porque frequentemente não são atendidos.

Segundo eles, esse desejo é o mais problemático porque sugere "uma tensão disseminada entre as inclinações naturais para descansar e a multiplicidade de trabalho e outras obrigações" presentes no dia-a-dia.

O estudo também chegou à mesma conclusão daquele estudo anterior sobre a capacidade de autocontrole, dando suporte à noção de que a resistência aos desejos se desgasta rapidamente.

Ou seja, depois de resistir a um desejo qualquer, a chance de resistir ao próximo desejo é muito menor do que a sua própria média de resistência.

Desta forma, afirma Hofmann, conforme o dia vai passando, a força de vontade da pessoa vai diminuindo e ela fica mais propensa a perder o autocontrole.


Ver mais notícias sobre os temas:

Emoções

Sentimentos

Sono

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.