Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

07/09/2012

Restaurantes com luz e música suaves ajudam a emagrecer

Redação do Diário da Saúde

Menos e melhor

A escolha da iluminação e da música em um restaurante pode levar a uma maior satisfação com a comida e a um menor consumo de calorias.

A descoberta surpreendente - de interesse tantos de proprietários de restaurantes, quanto dos clientes - foi feita por Brian Wansink (Universidade de Cornell) e Koert van Ittersum (Universidade de Tecnologia da Geórgia).

"Quando fizemos uma rearranjo em um restaurante, descobrimos que música e iluminação mais suaves levaram os clientes a comer 175 calorias a menos e gostar mais da comida," explicou Wansink.

O professor Wansink ganhou notoriedade no ano passado ao propor uma forma de perder peso "sem perceber".

Comer sem pressa

O estudo revelou que a música e a iluminação mais suaves não alteram o que as pessoas escolhem no cardápio, mas faz com que elas comam 18% a menos do que pediram.

Inicialmente, a média de consumo foi de 949 calorias. Depois que o restaurante foi adaptado para um ambiente mais suave e mais agradável, o consumo médio baixou para 775 calorias.

A descoberta contesta a crença geral de que comer em um ambiente mais relaxado faz as pessoas comerem mais.

O que os dados mostram é que as pessoas gostam mais da comida, mas na realidade comem menos.

"Estes resultados sugerem que um ambiente mais descontraído aumenta a satisfação e diminui o consumo," diz Wansink. "Esta é uma informação importante para restaurantes de fast-food, que são frequentemente acusados de contribuir para a obesidade."


Ver mais notícias sobre os temas:

Alimentação e Nutrição

Dietas e Emagrecimento

Obesidade

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão