Dormir sete horas por dia faz bem ao coração

Dormir sete ou mais horas de sono por dia traz benefícios para o coração.

Mas os benefícios podem ser ainda maiores quando uma boa qualidade do sono é combinada com um estilo de vida saudável.

A conclusão é de uma equipe da Universidade de Wageningen e do Instituto Nacional de Saúde Pública, ambos na Holanda, depois de acompanhar o estado de saúde de mais de 14 mil homens e mulheres durante 10 anos.

Quem seguir uma dieta saudável, não fumar, ingerir bebidas alcoólicas com moderação e fazer exercícios regularmente reduz a incidência de doenças cardiovasculares graves, que reduzem largamente a expectativa de vida.

E ainda mais vidas poderiam ser salvas se, junto a esse comportamento, as pessoas tivessem uma boa noite de sono.

Sono e coração

O estudo concluiu que as pessoas que seguiam hábitos saudáveis tinham 57% menos chances de desenvolver doenças cardiovasculares e risco 67% menor de morrer desses males.

Mas quando uma boa noite de sono foi somada à equação - sete ou mais horas por dia -, os analisados tinham 65% menos chances de desenvolver problemas do coração e um risco 83% menor de morrer desses males.

Os problemas do coração tipicamente tiram a vida de pessoas que, de outro modo, teriam condições de viver saudavelmente vários anos a mais.

Esta não é a primeira vez que estudos indicam uma relação entre poucas horas de sono e doenças cardiovasculares, mas revela benefícios interessantes sobre a conjugação dos hábitos de dormir bem e levar uma vida saudável.

"O impacto que boas noites de sono e uma vida saudável podem ter na saúde das pessoas pode ser substancial", afirmam os cientistas.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sono

Coração

Qualidade de Vida

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.