Emoções negativas agravam sintomas da psoríase

Cientistas da Universidade de Múrcia, na Espanha, concluíram que há uma relação entre as emoções negativas e as lesões da pele que caracterizam a doença inflamatória crônica chamada psoríase.

A psoríase pode atingir mucosas, unhas e até articulações e o processo é alternado entre momentos de melhora e piora. Não é uma doença contagiosa, mas está associada a fatores psicológicos.

Seus sintomas mais comuns são manchas avermelhadas, em forma circular, com descamação da pele.

Emoções positivas e negativas

Os cientistas avaliaram 800 doentes, de diferentes regiões do mundo, na primeira etapa dos estudos. Na segunda fase, eles avaliaram a personalidade dos doentes e fizeram uma análise, por meio de testes, com emoções negativas e positivas.

O grupo concluiu que o doente quando se sente deprimido, pressionado, agitado, preocupado ou nervoso acaba tendo um aumento das lesões.

Esses fatores causam o agravamento e a extensão dessas lesões.

Os cientistas defendem a necessidade de um tratamento completo do doente de psoríase, incluindo os aspectos dermatológico e psicológico.

Já as emoções positivas podem constituir fator de proteção contra a piora da doença.


Ver mais notícias sobre os temas:

Emoções

Psicoterapia

Cuidados com a Pele

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.