Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

05/11/2015

Esposas e maridos vêm problemas conjugais de formas diferentes

Redação do Diário da Saúde
Esposas e maridos vêm problemas conjugais de formas diferentes
A mesma equipe já havia demonstrado que esposa que gosta do casamento tem marido mais feliz, enquanto outros pesquisadores concluíram que o casamento traz mais benefícios cardiovasculares para as mulheres do que para os homens.[Imagem: Rutgers University]

Crises diferentes

O velho ditado de que "Se você tem uma esposa feliz, tem uma vida feliz" parece não explicar tão bem a realidade.

Ocorre que homens e mulheres casados há muitos anos lidam com as dificuldades matrimoniais de forma diferente.

Tristeza, preocupação e frustração estão entre as emoções negativas mais comuns relatadas por esses casais de longa data - mas elas não são comuns aos dois.

Quando o casamento tem problemas, as mulheres se preocupam, elas ficam tristes. Já os homens ficam frustrados - para os homens, problema no casamento é pura frustração e não muito mais do que isso.

"Os homens realmente não querem falar sobre isso ou gastar muito tempo pensando sobre isso," explica Deborah Carr, pesquisadora da Universidade Rutgers (EUA). "Os homens muitas vezes não querem expressar emoções que mostrem vulnerabilidade, enquanto as mulheres ficam muito mais à vontade para expressar tristeza ou preocupação."

Competência e frustração

Enquanto falar sobre os problemas conjugais e oferecer ou receber suporte faz com que as esposas sintam-se melhor - tradicionalmente elas se sentem responsáveis por sustentar o clima emocional do casamento -, isso só frustrou os maridos que participaram das entrevistas feitas pela equipe.

"Os homens que oferecem altos níveis de suporte às suas esposas podem sentir essa frustração quando acreditam que poderiam concentrar suas energias em outra atividade," disse Carr.

"Para as mulheres, receber bastante apoio de seu cônjuge é uma experiência positiva," explica ela. "Os homens mais velhos, no entanto, podem se sentir frustrados recebendo muito apoio de sua esposa, especialmente se isso os faz sentirem-se impotentes ou menos competentes."

Apoio emocional

Os maridos que participaram das entrevistas inicialmente avaliaram positivamente seus casamentos e relataram níveis significativamente mais elevados de apoio emocional e níveis mais baixos de tensão conjugal do que suas esposas.

Ainda assim, eles se mostraram frustrados sempre que o assunto envolvia dar ou receber apoio emocional.

Isto também pode ter algo a ver com a idade dos casais, todos acima dos 60 anos de idade. Os homens desta geração podem sentir-se menos competentes se precisam de muito apoio de suas esposas, finalizou a pesquisadora.


Ver mais notícias sobre os temas:

Relacionamentos

Sentimentos

Espiritualidade

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Nanoestrelas matam bactérias sem desenvolver resistência

Ciência começa a entender eficácia da Medicina Chinesa contra o câncer

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento