Exame para câncer de mama será parecido com teste de gravidez

Exame para câncer de mama será parecido com teste de gravidez
Os biomarcadores permitirão o desenvolvimento de exames para detecção do câncer de mama com um funcionamento similar ao dos testes de gravidez vendidos nas farmácias.
[Imagem: INVDES]

Riscos dos exames

Cientistas mexicanos descobriram biomarcadores que poderão ser utilizados para o desenvolvimento de um exame rápido para detectar o câncer de mama.

As principais causas das polêmicas recentes sobre a mamografia são o excessivo número de falsos positivos e as doses de radiação a que as mulheres são expostas, que podem acabar aumentando o risco do câncer.

Por isso tem havido um interesse crescente em desenvolver novas técnicas mais eficazes e menos arriscadas para a detecção precoce do câncer de mama.

Biomarcadores

O Dr. Rodolfo Hernández Gutiérrez e sua equipe identificaram biomarcadores - moléculas presentes na corrente sanguínea - que já estão presentes no corpo antes do surgimento de qualquer sintoma da doença.

Segundo ele, a médio prazo, as moléculas permitirão o desenvolvimento de exames para detecção do câncer de mama com um funcionamento similar ao dos testes de gravidez vendidos nas farmácias.

Ou seja, ao contrário das mamografias, sem qualquer dose de radiação para as mulheres.

"Identificados estes biomarcadores, os oncologistas poderiam então submeter as mulheres aos exames tradicionais com um maior índice de êxito e curar a enfermidade antes que ela evolua para etapas mais avançadas, para as quais os tratamentos são mais agressivos e menos eficazes," disse o pesquisador.

Mercado

As moléculas podem ser identificadas por meio de um biochip, um pequeno dispositivo do tamanho de um selo postal.

O centro de pesquisas CIATEJ, onde foi realizada a pesquisa, está tentando repassar a tecnologia para a indústria, para que testes em maior escala possam validar o exame.


Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Saúde da Mulher

Prevenção

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.