Fazer parte de um esforço conjunto aumenta motivação

É bem sabido que é mais fácil conseguir motivação para fazer uma tarefa quando várias pessoas se unem e trabalham em conjunto com o mesmo objetivo.

O que não se sabia é que isto é verdade mesmo se a pessoa estiver trabalhando sozinha.

Na verdade, basta que a pessoa sinta que faz parte de um esforço conjunto - mesmo que na realidade não faça.

A equipe do psicólogo Gregory Walton, da Universidade de Stanford (EUA), constatou que obter motivação é uma questão de se sentir fazendo parte de um esforço conjunto - mesmo para quem estiver trabalhando por conta própria e sozinho.

Por exemplo, é mais fácil fazer um trabalho de escola quando se sabe que toda a classe está fazendo o mesmo - cada um em sua casa. Ou trabalhar em uma pesquisa científica procurando um novo medicamento quando se acredita que várias outras equipes estão fazendo o mesmo.

Sentimento de pertencimento

Segundo Walton, quando as pessoas são tratadas como parceiras que trabalham em conjunto - mesmo que fisicamente separadas - isto aumenta a motivação.

E quando elas meramente sentem que são parte de um esforço conjunto para resolver um problema difícil, isto também aumenta a motivação.

"Trabalhar junto com os outros proporciona enormes benefícios sociais e pessoais," afirmam Walton e sua colega Priyanka Carr em um artigo no Journal of Experimental Psychology.

"Nossa pesquisa descobriu que pistas sociais que simplesmente indicam que outras pessoas lhe tratam como se você estivesse trabalhando em uma tarefa podem ter efeitos marcantes sobre a motivação," afirmam.

Motivação intrínseca

Em cinco experimentos diferentes, Carr e Walton descobriram que essas "pistas de trabalho conjunto" aumentam a "motivação intrínseca" conforme as pessoas trabalham por conta própria.

Motivação intrínseca refere-se a comportamentos que as pessoas querem ter - o que elas gostam e acham intrinsecamente gratificante, e não o que elas se obrigam a fazer.

Os resultados mostraram que, quando as pessoas são tratadas como se estivessem trabalhando juntas, elas:

  • Persistem de 48 a 64% mais em uma tarefa desafiadora;
  • relatam mais interesse na tarefa;
  • ficam menos cansadas por ter que persistir na tarefa - presumivelmente porque gostam dela;
  • ficam mais envolvidas com a tarefa e apresentam melhor desempenho ao realizá-la.


Ver mais notícias sobre os temas:

Emoções

Trabalho e Emprego

Educação

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.