Criador da fertilização in vitro ganha Nobel de Medicina

Pai dos bebês de proveta

O prêmio Nobel de Medicina, anunciado nesta segunda-feira, será entregue ao biólogo britânico Robert Edwards, criador da fertilização in vitro.

O pesquisador desenvolveu um procedimento que permite fertilizar as células do óvulo humano em um tubo de ensaio e implantá-las no útero.

A pesquisa de Edwards culminou no nascimento de Louise Brown, primeiro bebê de proveta, em 25 de julho de 1978.

Segundo o comitê do Instituto Karolinska, que escolheu o ganhador do prêmio, "as conquistas de Edwards tornaram possível o tratamento da infertilidade, que afeta 10% dos casais em todo o mundo". Desde 1978, mais de quatro milhões de bebês foram concebidos através da técnica.

Tratamentos de fertilidade

O desenvolvimento da fertilização in vitro começou nos anos 50. O cientista coordenou o processo desde as primeiras descobertas até os tratamentos de fertilidade atuais.

"Hoje, a visão de Robert Edwards é uma realidade e traz alegria para pessoas inférteis em todo o mundo", diz o comunicado da fundação do prêmio Nobel.

Edwards é professor emérito da Universidade de Cambridge, na Inglaterra.

A ideia de fertilizar células humanas fora do corpo nasceu de estudos que já haviam comprovado a possibilidade de fertilizar óvulos de coelhos em tubos de ensaio com sucesso.

Ao desenvolver a técnica, Edwards descobriu como os óvulos humanos amadurecem, que hormônios regulam a maturação e em que momento eles estão mais propícios à fertilização. Ele também determinou em que condições o espermatozoide consegue fertilizar o óvulo.

Em 1969, ele conseguiu realizar a primeiro fertilização de um óvulo humano em um tubo de ensaio, mas, neste caso, o zigoto formado não se desenvolveu além de uma primeira divisão celular.

Controvérsias religiosas

Com a ajuda do ginecologista Patrick Steptoe, morto em 1988, Edwards conseguiu um método seguro de obtenção dos óvulos e teve sucesso na criação de embriões.

Depois disso, controvérsias sobre o estudo envolvendo líderes religiosos e outros cientistas ameaçaram o financiamento do projeto, que passou a receber dinheiro de doações privadas.

O prêmio de medicina foi o primeiro Nobel a ser anunciado em 2010. Ao longo da semana, a Fundação Nobel anunciará o ganhador dos prêmios de física, química, literatura e da Paz.

O de economia será anunciado na próxima segunda-feira.

A premiação foi criada pelo sueco Alfred Nobel e entregue pela primeira vez em 1901, cinco anos depois de sua morte. Os vencedores recebem cerca de US$ 1,5 milhão e uma medalha de ouro.


Ver mais notícias sobre os temas:

Reprodução Assistida

Gravidez

Sexualidade

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.