Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

05/09/2014

Filhas cuidam dos pais idosos o mais que podem; filhos não

Redação do Diário da Saúde

Um ditado popular afirma que "Um pai trata dez filhos, mas dez filhos não tratam um pai", uma referência triste ao abandono dos idosos.

Mas o quadro pode não ser tão nefasto caso o pai em questão tenha filhas, e não apenas filhos.

Um estudo de base populacional constatou que as mulheres fornecem o máximo de cuidado que podem aos pais idosos, enquanto os homens contribuem com o mínimo possível.

"Enquanto a atenção que as filhas dispensam aos pais idosos está associada a limitações que elas enfrentam, como emprego ou cuidados com os próprios filhos, os cuidados dispensados pelos filhos estão associados apenas com a presença ou ausência de outros auxiliares, como irmãs ou a cônjuge do pai," relata Angelina Grigoryeva, da Universidade de Princeton (EUA).

Segundo os dados, as filhas fornecem uma média de 12,3 horas de cuidados aos pais idosos por mês, em comparação com 5,6 horas dos filhos.

"Em outras palavras, as filhas gastam o dobro do tempo que os seus irmãos, ou quase sete horas a mais a cada mês, prestando cuidados aos pais idosos," disse Grigoryeva.

O estudo também indica que, na divisão dos cuidados com os pais idosos entre os irmãos em famílias com irmãos de ambos os sexos, o sexo é o fator mais importante para a quantidade de assistência que cada irmão proporciona.

"Os filhos reduzem seus esforços de cuidado quando eles têm uma irmã, enquanto as filhas aumentam o esforço delas quando têm um irmão," disse Grigoryeva. "Isto sugere que os filhos passam a responsabilidade de cuidar dos pais para suas irmãs."


Ver mais notícias sobre os temas:

Cuidados com a Família

Relacionamentos

Ética

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Nanoestrelas matam bactérias sem desenvolver resistência

Ciência começa a entender eficácia da Medicina Chinesa contra o câncer

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento